MidiaMAIS / Famosos

Livinho pede desculpas após acusação de racismo

O cantor Livinho divulgou uma nota, na tarde desta quarta-feira (3), em que pede desculpas à modelo Raielli Leon, que o acusou de racismo

Carlos Yukio Publicado em 04/06/2020, às 08h48

None
Livinho pede desculpas após acusação de racismo

O cantor Livinho divulgou uma nota, na tarde desta quarta-feira (3), em que pede desculpas à modelo Raielli Leon, que o acusou de racismo durante a gravação de um clipe em 2017. Segundo o comunicado, ele já havia se desculpado pessoalmente com ela na ocasião e, novamente, na noite desta terça (2).

“Lembramos que Livinho representa o funk, que faz parte do movimento negro do Brasil e luta junto conta o racismo”, afirmou o músico na nota, ressaltando que “o assunto não será mais explorado pelo artista ou sua equipe”.

Raielli comentou o pedido de desculpas do cantor, em suas redes sociais, e afirmou que o único jeito de resolver isso é na Justiça. “Que a justiça seja feita realmente. Nós podemos resolver isso da melhor forma, desde que você pague pelo que você fez e as pessoas saibam o que você fez de verdade”, afirmou ela.

“Acho um absurdo, depois de toda a opressão que eu passei, hoje, alguém levantar a bandeirinha ‘vidas negras importam’. E só porque estou postando stories, estou contando o que aconteceu, e só porque hoje tive coragem de falar, vem me mandar mensagem e pedir desculpas perguntando como podemos resolver isso.”

A polêmica envolvendo Raielli e Livinho teve início nesta terça, após a modelo se irritar com uma publicação dele contra o racismo. Ela então contou em suas redes sociais um episódio em que o músico teria feito brincadeiras e comentários racistas durante a gravação de um clipe, em 2017.

“Eu acho um absurdo vocês se apropriarem dessa causa como se fosse apenas um tag qualquer, como se vocês tivessem um pingo de empatia, depois de tudo que vocês vem me causando”, escreveu ela, que também acusou o produtor musical Rodrigo GR6, e afirmou não ter mais medo de possíveis ameaças que teria sofrido.

Jornal Midiamax