Ex-capa da Playboy é presa acusada de tráfico de drogas

Um vídeo divulgado pela Polícia Civil, nesta terça-feira (21), mostra o momento da prisão da modelo Flávia Tamayo, mais conhecida no mundo erótico como Pamela Pantera. A atriz foi acusada de integrar uma organização criminosa composta por garotas de programa. Segundo o Jornal O Dia, Tamayo foi presa nesta terça-feira, em um hotel na orla […]
| 22/07/2020
- 19:02
Ex-capa da Playboy é presa acusada de tráfico de drogas
Atriz fazia parte de uma rede criminosa (Foto: Reprodução) - Atriz fazia parte de uma rede criminosa (Foto: Reprodução)

Um vídeo divulgado pela Polícia Civil, nesta terça-feira (21), mostra o momento da prisão da modelo Flávia Tamayo, mais conhecida no mundo erótico como Pamela Pantera. A atriz foi acusada de integrar uma composta por garotas de programa.

Segundo o Jornal O Dia, Tamayo foi presa nesta terça-feira, em um hotel na orla de Brasília, pela Polícia Civil do , acusada de integrar uma organização criminosa  que traficava drogas dentro de uma rede de prostituição no Distrito Federal.
A modelo é conhecida por estampar capas de revistas masculinas, como a “Playboy” e a “Sexy”, e por atuar em filmes eróticos da franquia “Brasileirinhas”. Ela também é dançarina e já ganhou concursos como o de “Miss Bumbum”.
Ainda conforme o noticiário, o titular da 1ª DR de Vitória, delegado Rafael da Rocha Corrêa, explicou que essa ação faz parte Operação “Rede”, realizada no mês de junho, no Distrito Federal, quando mais de 200 policiais cumpriram 37 mandados de prisão e de busca e apreensão.
“Essa organização criminosa atuava, principalmente, na venda de drogas sintéticas e cocaína para clientes de alto poder aquisitivo do Distrito Federal e de todas as esferas. A suspeita é famosa por ter sido capa de revistas masculinas no Brasil e no exterior, e por ser estrela de uma conhecida franquia de filmes eróticos”, relatou o delegado.

Veja também

Mônica Benini contou que teve uma crise de apendicite e precisou passar pela operação rapidamente

Últimas notícias