MidiaMAIS / Famosos

Alfonso Herrera desmente boatos de retorno do RBD

Alfonso Herrera usou as redes sociais, na última quarta-feira (1º), para dar um basta nos boatos de um possível retorno da banda RBD

Carlos Yukio Publicado em 02/01/2020, às 09h32

None
Alfonso Herrera desmente boatos de retorno do RBD

Alfonso Herrera usou as redes sociais, na última quarta-feira (1º), para acabar com os boatos de um possível retorno da banda RBD, que se separou em 2009. Tudo começou quando o ator compartilhou uma foto com o sexteto Anahí, Dulce Maria, Maite Perroni, Christian Chávez e Christopher von Uckermann, que causou rebuliço na internet e trouxe esperanças para o coração dos fãs nostálgicos.

No entanto, Poncho, apelido carinhoso do cantor, respondeu uma publicação do ator mexicano Omar Chaparro, que fez o seguinte comentário sobre a foto do reencontro: “Não me enganam, isso cheira a reencontro”.

“Um reencontro de amigos queridos Omar, somente isso. Abraços”, disse o músico, deixando os fãs do grupo RBD com o coração partido. “Vocês estão errados. Pode fazer o favor de reunir pra mais uma turnê”, disse um internauta. “Deixa os fãs sonharem”, pediu outro. “Acabou com o meu sonho”, escreveu mais um.

RBD foi um grupo musical pop mexicano criado a partir da telenovela mexicana Rebelde (2004-06). O grupo é tido até hoje como uns dos maiores grupos de maior êxito do pop mexicano e da América latina em todos os tempos. O grupo foi formado em 04 de outubro de 2004 e encerrou suas atividades em 10 de março de 2009, data do lançamento do último álbum de estúdio.

A maior parte dos temas musicas da novela era cantada pelo próprio grupo, dentre os quais, destacam-se: “Rebelde”, “Solo Quédate En Silencio“, “Sálvame” e “Nuestro Amor”, que, ao longo de três temporadas e 440 capítulos, foram usados como tema de abertura da trama. Além destas, outras canções do grupo integraram a trilha sonora da novela, como, por exemplo, “Un Poco de Tu Amor”, “Tras De Mí” e “Este Corazón”. Com a repercussão obtida pela novela no México, o SBT comprou os direitos autorais desta para que fosse exibida no Brasil.

Jornal Midiamax