MidiaMAIS / Comportamento

Ainda é preciso limpar as compras? Especialistas orientam como proteger sua casa do coronavírus

Hábito de higienizar embalagens e alimentos ainda é recomendado; confira o passo a passo

Mylena Rocha Publicado em 12/07/2021, às 15h00

Recomendação para higiene dos alimentos continua, dizem especialistas.
Recomendação para higiene dos alimentos continua, dizem especialistas. - Leonardo de França/Midiamax

A pandemia do coronavírus começou há mais de um ano e, desde então, muita coisa mudou, incluindo as recomendações das autoridades de saúde. Enquanto parte da população abandonou alguns cuidados, muitos ainda higienizam todas as compras ao chegar do supermercado. Mas, afinal, esta medida ainda é necessária?

Depois de mais de um ano de pandemia, os especialistas têm mais informações sobre como o coronavírus é transmitido. Já se sabe que a infecção pelos aerossóis no ar é a mais comum, mas isso não quer dizer que os cuidados em casa devem ser dispensados. Ainda há exemplos de pessoas que continuam higienizando tudo antes de guardar na geladeira e nos armários. Afinal, não é impossível pegar o coronavírus ao colocar a mão em uma embalagem contaminada e depois levar à boca ou aos olhos, por exemplo. Sendo assim, muitos consideram melhor pecar pelo excesso do que pela falta de cuidados. 

O infectologista Rodrigo Nascimento Coelho explica que a contaminação pelo coronavírus acontece, na maioria das vezes, pelo ar. Quando uma pessoa contaminada fala, tosse ou espirra, os aerossóis são liberados e ficam suspensos no ar. Assim, quando outra pessoa respira as partículas, é contaminada.

Por isso, é importante concentrar os esforços com o uso de máscaras e evitar locais fechados e aglomerações, por exemplo. “Os aerossóis ficam no ar em locais como um elevador, um ambiente fechado e assim por diante”. 

Apesar de ser rara a infecção por superfícies contaminadas, os hábitos de limpeza após fazer compras no supermercado devem ser mantidos. Higienizar as embalagens e não entrar em casa com o sapato utilizado na rua ainda são atitudes válidas, segundo o infectologista.

“Essas atitudes ainda são recomendadas, embora a gente saiba que contraímos muito mais esses vírus respiratórios através do ar. Mas, essas medidas da higienização dos produtos de supermercado e deixar os calçados do lado de fora ou mesmo higienizar antes de entrar em casa continuam em vigor, embora o impacto não seja igual ao dos aerossóis que ficam suspensos no ar”, orienta Nascimento. 

A nutricionista do Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), Melina Ribeiro Fernandes, também recomenda manter os hábitos de higiene das compras. Ela reforça que atitudes como limpar todas as embalagens, as frutas e as verduras devem continuar na rotina enquanto durar a pandemia de coronavírus. 

Como higienizar os alimentos? 

Mesmo após mais de um ano de pandemia, as dúvidas persistem: passar álcool 70% é suficiente? Preciso lavar as embalagens com água e sabão? A nutricionista Melina Ribeiro Fernandes orienta que as embalagens dos produtos podem ser higienizadas com água corrente e, em seguida, com uma solução clorada ou ao borrifar álcool 70%. 

Com relação aos alimentos, frutas e verduras devem ser lavadas em água corrente. “A recomendação é lavar em água corrente, folha por folha, até retirar as sujidades. Depois, coloque de molho em uma solução clorada, por 15 minutos”, orienta. 

A higienização é mais fácil do que parece. Na solução, basta colocar 1 litro de água em um recipiente e diluir 10 ml de hipoclorito de sódio, a conhecida água sanitária. Outra opção é utilizar as soluções próprias para higienizar alimentos, conforme orientação do fabricante. 

Depois de deixar por 15 minutos de molho, é preciso enxaguar os alimentos novamente e deixar secar. “Pode secar com uma folha de papel ou centrífuga de alimentos”, recomenda a nutricionista. Com relação às carnes, não é preciso higienizar, basta cozinhar. 

Por fim, Melina Ribeiro aconselha ficar atento até mesmo na hora das compras e da higienização, deixando as mãos longe do rosto. “Estes cuidados ainda serão preservados por muito tempo, até que a pandemia esteja controlada. No supermercado, é importante higienizar o carrinho e as mãos. E, sempre que chegar em casa com as compras, só armazene depois que elas estiverem limpas. Durante a compra e higienização, não coloque as mãos no rosto, olhos e boca”. 

Jornal Midiamax