MidiaMAIS / Comportamento

Poetisa destaca projeto de professora de Ponta Porã que incentiva leitura em casa

Em Ponta Porã, a 314 km de Campo Grande, a professora Sandra Viana dos Santos teve a ideia de produzir vídeos com os alunos do 3º ano

Carlos Yukio Publicado em 10/11/2020, às 10h41 - Atualizado às 12h00

None
Poetisa destaca projeto de professora de Ponta-Porã que incentiva leitura em casa

As aulas remotas tornaram o ensino diferente e os professores são constantemente desafiados a encontrar novas maneiras interessantes e didáticas para manter os alunos entretidos com o aprendizado e com a leitura. Em Ponta Porã, a 314 km de Campo Grande, a professora Sandra Viana dos Santos teve a ideia de produzir vídeos com os alunos do 3º ano do Ensino Fundamental e o projeto alcançou uma poetisa de Minas Gerais.

A ideia surgiu na Escola Municipal Prefeito Adê Marques, sob direção de Cleide Moraes. Com a pandemia e a suspensão das aulas presenciais, os professores e alunos foram obrigados a encarar as aulas online. Como o gênero textual era parte do currículo, a professora teve a ideia de pedir para as crianças enviarem vídeos delas declamando os poemas em datas especiais.

O projeto teve apoio da coordenadora da turma, Rosângela Marino. Para a edição dos vídeos, a professora contava com a ajuda da sobrinha, Gabriela Brites Viana, já que não tinha domínio das tecnologias. A participação dos pais também foi primordial para que o projeto com as crianças tivesse continuidade.

“No início fazíamos vídeos motivacionais, para estreitar os vínculos, pois é muito difícil com aulas remotas! Enviava a letra do poema e um áudio, para ajudá-los na compreensão do ritmo dos versos e estrofes. Os pais iam enviando vídeos, dizíamos no que deveriam melhorar e, quando ficavam bons, editávamos e postávamos”, conta Sandra.

Projeção para outros estados


Com a projeção, surgiu a ideia de enviar os vídeos para a autora Isabel Cristina Silveira Soares, de Minas Gerais, que gostou da iniciativa e divulgou os vídeos página no Facebook, Alfabetizar com Amor, com mais de 90 mil curtidas. Os vídeos chegam a ter mais de 1 mil visualizações.

“Foi uma maneira de estreitar o vínculo com alunos e familiares, neste período de aulas não presenciais. Ocupar o tempo ocioso realizando a leitura e memorização dos poemas. Já que, em sala, muitas vezes, não temos tempo suficiente para nos aprofundarmos no gênero”, acrescenta a professora.

A autora Isabel Cristina Silveira Soares começou a escrever poemas há 23 anos por sentir necessidade de textos e atividades que atendessem às crianças menos favorecidas com as quais trabalhava. Quando viu o projeto de Ponta Porã, se encantou.

“Demorei a ver as mensagens da professora Sandra. Mas assim que vi, tudo foi acontecendo tão naturalmente. E o fato de ver o amor pelos alunos, me tocou profundamente. Sempre trabalhei com crianças carentes. Eu amava aquelas crianças. E quando vejo isso num professor, me transporto para a sala de aula”, conta a poetisa.

Inspiração para educar

O principal objetivo da professora é motivar os alunos a não desistirem de estudar por causa das dificuldades das aulas remotas. Para isso, os temas e vídeos passam a ser constantes e baseados em datas comemorativas e importantes, como Dia dos Professores, Dia das Crianças, Dia da Independência do Brasil e o mais recente, Dia da Consciência Negra.

“Quando os ensinava e os ouvia declamando, me emocionava. Pensei: é preciso divulgar o talento dessas crianças! Pois o gênero textual poema é pouco trabalhado. É ensinado o conceito de versos, estrofes, rimas… mas e o essencial? Declamar! Gostaria de expressar minha gratidão a escritora Isabel Cristina Silveira Soares, que gentilmente tomou conhecimento e divulgou os vídeos. A considero um ser humano dotada de talento e sensibilidade!”, finaliza a professora.


Fale MAIS!

O que você gostaria de ler no MidiaMAIS? Envie sua sugestão para o e-mail [email protected], ou pelo telefone (67) 99965-7898. Siga a gente no Instagram – @midiamax

Jornal Midiamax