MidiaMAIS / Comportamento

BlackOutTuesday: Entenda porque seu feed está cheio de imagens pretas

A inciativa tem como princípio, como o nome BlackOutTuesday (em inglês, "apagão de terça") sugere, que diversos usuários deixem de postar outros assuntos

Carlos Yukio Publicado em 02/06/2020, às 12h58

None
BlackOutTuesday: Entenda porque seu feed está cheio de imagens pretas

Nesta terça-feira (2), artistas de todo o mundo protestam silenciosamente em suas redes sociais contra a desigualdade racial. A inciativa tem como princípio, como o nome BlackOutTuesday (em inglês, “apagão de terça“) sugere, que diversos usuários deixem de postar outros assuntos para dar mais visibilidade ao movimento negro e fazer um protesto virtual.

Nomes como Elton John, Rihanna, Cardi B, Elton John, Michael B. Jordan, entre tantos outros, publicaram nas suas contas imagens pretas, usando a hashtag BlackOutTuesday. No Brasil, Gilberto Gil, Babu Santana, Lucas Lucco, Ana Carolina, Pitty, Kelly Key, Larissa Manoela, Maisa e outros artistas aderiram ao protesto.

O movimento foi organizado por empresas do setor da música e começou fora do Brasil, com a #theshowmustbepaused (o show deve parar), com o intuito de “nos desconectarmos do trabalho e reconectar à nossa comunidade”. Em pouco tempo, tomou conta das redes sociais.

A Apple Music apagou todas as publicações no Instagram, e deixou apenas um vídeo e uma foto do movimento. O Spotify também entrou para o protesto e prometeu inserir 9 minutos de silêncio entre músicas e podcasts, em referência ao tempo em que George Floyd, morto por um policial branco, foi asfixiado.

BlackOutTuesday: Entenda porque seu feed está cheio de imagens pretas
(Reprodução, Instagram)

A hashtag BlackOutTuesday já marca mais de 15 milhões de publicações apenas no Instagram. O blackout quer mostrar o apoio à comunidade negra de todo mundo através das postagens. Os protestos contra o racismo começaram por todos os EUA na semana passada após a morte de George Floyd, asfixiado por um policial branco durante uma abordagem, e já duram 7 dias.

Jornal Midiamax