MidiaMAIS / Comportamento

Mantas feitas com ‘Quadradinhos de Amor’ aquecem também a alma

Integrantes do projeto Quadradinhos de Amor MS se reunem uma vez por mês. A meta é confeccionar 68 mantas, para isso precisam de doações.

Tatiana Marin Publicado em 29/06/2018, às 07h45 - Atualizado às 08h46

O projeto Quadradinhos de Amor MS confecciona mantas para doação.
O projeto Quadradinhos de Amor MS confecciona mantas para doação. - O projeto Quadradinhos de Amor MS confecciona mantas para doação.

Para aquecer também a alma e o coração, cerca de 30 crocheteiras de Campo Grande se juntaram para confeccionar mantas para doação na tarde desta quinta-feira (28). O grupo Quadradinhos de Amor MS nasceu na Capital depois que a digital influencer campo-grandense Danielle Melo conheceu o projeto em Brasília.

Quadradinhos de Amor MS (Foto: Henrique Kawaminami)
Quadradinhos de Amor MS (Foto: Henrique Kawaminami)

Danielle hoje mora em Araguaína, em Tocantins, e viaja o Brasil inteiro ensinando crochê. “Conheci o Quadradinhos de Amor em Brasília. Tinha 60 mulheres e me tocou o coração. Voltei para Campo Grande e juntei as crocheteiras e estamos crescendo”, relata. O projeto, no entanto, começou em São Paulo, conta Danielle, e foi se espalhando pelo Brasil.

Quadradinhos de Amor em Campo Grande

“Temos metas e a intenção é ajudar o máximo de instituições possível. A gente diz que as mantas não aquecem apenas o corpo, mas a alma e o coração, tanto de quem doa, quem faz e quem recebe”, explica.

Depois de conhecer o projeto e montar o grupo em Campo Grande, Danielle reuniu outras 4 influencer e professoras de crochê e fizeram 5 transmissões ao vivo no Instagram, cada uma ensinando um modelo diferente de quadradinho. A live feita por Daniella foi realizada na tarde desta quinta-feira, e está disponível em seu perfil @maisonroustique.

Cássia Vedovatte é a organizadora do projeto em Campo Grande. (Foto: Henrique Kawaminami)
Cássia Vedovatte é a organizadora do projeto em Campo Grande. (Foto: Henrique Kawaminami)

Desde que o Quadradinhos de Amor foi iniciado na Capital, há cerca de um mês e meio, cerca de 30 crocheteiras se juntaram e fizeram até agora 37 mantas. Segundo a organizadora do grupo, Cássia Vedovatte a meta era confeccionar 28 mantas para doar às idosas do Asilo São João Bosco. “Já ultrapassamos a meta, então queremos fazer para todos os 68 idosos da instituição”, define.

De quadrado em quadrado

Cada manta é composta de 16 quadrados de 20×20 cm, feitas em lã com agulha número quatro. Quem quiser se juntar ao grupo pode consultar o perfil @quadradinhosdeamor_ms. O intuito é convocar quem já sabe fazer crochê e, quem não sabe, pode ajudar doando lã e divulgando o projeto. “Estamos com falta de lã, pois temos várias mulheres fazendo”, explica Cássia.

O grupo se reune uma vez por mês e nesta quinta-feira o local foi sedido pela Monydai. (Foto: Henrique Kawaminami)
O grupo se reune uma vez por mês e nesta quinta-feira o local foi sedido pela Monydai. (Foto: Henrique Kawaminami)

As crocheteiras fazem os quadradinhos em casa e se reúnem uma vez por mês para montarem as mantas. Por duas vezes a reunião aconteceu na loja de artesanatos Monydai, que fica na rua Maracaju, 388 e oferece diversos cursos, inclusive gratuitos.

Gratidão

Jussara de Matos Lopes, de 61 anos, é a mãe de Danielle e uma das integrantes do Quadradinhos de Amor em Campo Grande. Somente ela já confeccionou 3 mantas desde o começo do projeto. “O sentimento é de gratidão por ter saúde e poder ajudar”, conta ela. Além de crochetar para as mantas, Jussara ajuda no projeto Mimos de Caroline, que confecciona kits para bebês de família da região do lixão.

Mantas feitas com 'Quadradinhos de Amor' aquecem também a alma

O trabalho voluntário vem de berço na família da profissional de moda Nair Gavilan, de 28 anos. “Sei fazer crochê desde criança, aprendi na minha igreja. Mas tinha parado de fazer e quando fiquei sabendo do projeto quis voltar”, conta ela, que está recomeçando no encontro que aconteceu nesta quinta-feira (28), na Monydai. Nair também é voluntária do centro Trabalhadores da Luz e ensina crochê para gestantes.


Fale MAIS!

O que você gostaria de ver no MidiaMAIS? Envie sua sugestão para o e-mail [email protected], ou pelos telefones 67 99965-7898/3312-7422.

Siga a gente no Instagram: @midia_mais_ 

Jornal Midiamax