MidiaMAIS / Comportamento

Quem se propõe a esperar pela chama olímpica conta sobre paixão pela competição

Chama olímpica chegou no aeroporto da Capital nesta sexta (24)

Daiane Libero Publicado em 25/06/2016, às 09h00

None
chama.jpg

Chama olímpica chegou no aeroporto da Capital nesta sexta (24)

Quem se propõe a esperar pela chama olímpica conta sobre paixão pela competiçãoA paixão pela Olimpíadas pode não ser tão esfuziante quanto a do futebol, mas a chegada da chama olímpica em Campo Grande nesta sexta-feira (24) agitou de verdade o Aeroporto da Capital. Por lá, mais de 300 pessoas aguardavam com ansiedade, muita gente sem saber direito como seria o evento. "Está meio bagunçado, o jeito é aguardar, mas estou muito emocionada só por estar aqui", disse a dona de casa Ana Rosário Neto, 62 anos. Ela estava com sua filha Amanda Neto, de 16 anos. "Eu vim pois comecei a ler na Internet sobre os jogos e a me emocionar sempre, então decidi vir ver a chama", afirmou a estudante. 

O prefeito Alcides Bernal passou rapidamente pelo saguão e não falou com eleitores nem com a imprensa. A cerimônia foi rápida, durou cerca de 20 minutos, ao som de muita música paraguaia e polca, apresentada pelo Grupo de Danças Folclóricas da Colônia Paraguaia. A Banda da Guarda Municipal também tocou para embalar os espectadores durante a espera, cuja concentração começou por volta das 18h no saguão do Aeroporto. 

Poucos fãs vestidos de "Olimpíadas", alguns pareciam meio incrédulos, observando somente de longe. O comerciante Carlos Eduardo Silva Júnior, 32 anos, havia chego no Aeroporto e esperava para viajar. "Eu sabia que tinha esse evento ocorrendo e vim mais cedo. Queria muito ir ver o percurso da Tocha Olímpica amanhã, mas infelizmente não vou conseguir. Tenho um compromisso, mas acho que vai ser muito bonito", disse ele. Mas tão rápida quanto veio, a Chama das Olimpíadas Rio 2016 se foi, em direção ao ônibus, aguardando para ser acesa na pira olímpica nesta segunda-feira. 

Jornal Midiamax