MidiaMAIS / Cinema

Da crise migratória à vida de Brigitte Bardot, veja os filmes franceses em exibição no MIS

Três filmes participam da mostra 

Mikaele Teodoro Publicado em 11/11/2015, às 11h17

None
bardotcapa.jpg

Três filmes participam da mostra 

Para quem gosta de cinema francês vem aí mais uma programação imperdível no MIS (Museu da Imagem e do Som). A partir desta quarta-feira (11), serão exibidos três documentários, sempre às 19 horas. Estão na lista ‘A Escola de Babel’ (La cour de Babel), ‘Bardot, a incompreendida’ (Bardot, la Méprise) e ‘Il était une forêt’ (sem título em português, “Era uma vez uma floresta” em tradução livre).

O projeto é uma parceria entre a Aliança Francesa de Campo Grande e a Embaixada Francesa no Brasil e a curadoria é de Márcia Saddi, coordenadora da Aliança Francesa e de Thiago Andrade jornalista, cinéfilo e ex-professor da Aliança Francesa.

De acordo com os curadores, a seleção traz documentários que aportam diferentes temas da cultura francesa, e que vão além, por meio da sensibilidade dos diretores, acabam por mostrar aspectos da própria condição humana e do mundo contemporâneo.  

São filmes que enfatizam a linguagem documental e expressam o mundo contemporâneo: a questão da imigração, do ponto de vista humano, a vida de uma grande estrela do cinema durante a fama e depois na aposentadoria, a relação do homem e o meio ambiente. Em suma, questões humanas e ambientais que são universais.

Confira a programação:

Quarta-feira (11)

A Escola de Babel (La cour de Babel. Dir. Julie Bertuccelli, documentário, 94 min, 2013).

Em uma escola secundária no 10º distrito de Paris, existe uma turma de adaptação onde alunos imigrantes entre 11 e 15 anos de idade aprendem as primeiras lições de francês. Algumas dessas crianças recém-chegadas conhecem poucas frases na língua do seu país de adoção; outras não sabem falar palavra alguma. Suas famílias vieram de diversas partes do mundo como Irlanda, Senegal, Marrocos, Brasil e China, seja fugindo de perseguições ou apenas à procura de um novo começo.

Da crise migratória à vida de Brigitte Bardot, veja os filmes franceses em exibição no MIS

Quinta-feira (12)

Bardot, a incompreendida (Bardot, la Méprise – Bardot. Dir. David Teboul, documentário, 115 min, 2013.)

Em 2011, a icônica atriz – e musa – francesa Brigitte Bardot autorizou a produção de um documentário sobre sua vida. Ela cedeu ao diretor David Teboul livre acesso à arquivos, registros, imagens, documentos de família… Tudo menos ser entrevistada. Assim ele construiu este retrato da Brigitte mítica, encantadora, apaixonada e contraditória.

Da crise migratória à vida de Brigitte Bardot, veja os filmes franceses em exibição no MIS

Sexta-feira (13)

Il était une forêt ( sem título em português, “Era uma vez uma floresta”, em tradução livre, Dir. Luc Jacquet, documentário, 78min, 2013).

Luc Jacquet guia o espectador para um passeio em uma floresta equatorial. Será preciso debruçar-se sobre o a obra e abrir o olhar para descobrir o primeiro grão crescer, este das árvores pioneiras que preparam o terreno para as próximas, e que 5 décadas mais tarde irão cumprir seu papel antes de cumprir um ciclo completo de muitos séculos.

Da crise migratória à vida de Brigitte Bardot, veja os filmes franceses em exibição no MIS

Serviço:

O Museu da Imagem e do Som fica no Memorial da Cultura, na Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559, 3º andar. Para maiores informações sobre a programação do museu acesse www.mis.ms.gov.br.

Jornal Midiamax