O escritor e atual presidente da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, Henrique de Medeiros, está lançando o livro “Nadas em Busca dos Tudos”. Uma obra que revisita quatro publicações em formas de poemas e conta com prefácio escrito pelo poeta Manoel de Barros em 1996.

O lançamento seguido de noite de autógrafos do livro acontece no dia 20 de maio, das 19h
às 22h, na Academia Sul-Mato-Grossense de Letras localizada nos altos da rua 14 de julho, 4653, em Campo Grande.

“Nadas em busca dos tudos” é o título desse novo trabalho, no qual a reunião de poemas dos seus livros supera-se por recriações de Henrique Alberto de Medeiros Filho das suas obras, com intervenções em formatos, sequências, sentidos das palavras, reescrevendo versos e unificando estilos da sua literatura – no colher da poesia que abrange quatro de seus livros (O azul invisível do mês que vem, Pirâmide de palavras, Que as dores se transformem em cores e Palavras correndo atrás de textos).

O livro, lançado pela Editora Letra Livre (352págs), traz ainda ensaios sobre sua obra pelas mãos de professores doutores, ensaístas, pesquisadores e escritores: Ana Arguelho, Ana Maria Bernardelli, Dênis de Moraes, Rubenio Marcelo e Raquel Naveira. No prefácio, um texto escrito em 1996 por Manoel de Barros a Henrique de Medeiros serve como uma sensível lembrança entre poetas.

A temática de Medeiros em “Nadas em busca dos tudos – poemas reunidos e revisitados” compõe antologia poética sobre o contexto moderno urbano, a dificuldade do encontro, a existência fragmentada. Seus versos criam reflexões do cotidiano singular, que ganha ritmo e harmonia na investigação sobre grandezas e misérias que envolvem a condição humana. O autor atravessa fragilidades das relações, das religiões, percorre as confusões do ser, ilusões da vida – entre sobrevivências, dúvidas e buscas pelo continuar.

Numa linguagem que no seu total é basicamente voltada para a poesia concreta, em textos fortes que tratam os fragmentos da vida e do ser, Henrique de Medeiros afirma que a abordagem traz “anseios de respostas que não se disponibilizam, no pensar do homem e seus fazeres”. Para ele, o “entendimento entre o viver e a palavra é um exercício de buscas e resgates”.

Sobre o autor

Henrique Alberto de Medeiros Filho é poeta e escritor nascido em Corumbá, MS. Após sua infância, adolescência, estudos universitários e atividades profissionais como jornalista e publicitário em São Paulo e Rio de Janeiro, tornou-se partícipe da cena artística e cultural principalmente do Brasil Central.

Graduado em Comunicação Social pela Universidade Gama Filho – RJ, exerce atividades criativas, multimídia, editoriais e empresariais. É autor de livros de poemas, contos, crônicas, outros escritos e biografia; faz parte, ainda, de diversas antologias e coletâneas. Imortal da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, é seu atual presidente e ocupa a cadeira de número 10.