A Aldeia Urbana Marçal de Souza, em Campo Grande, vai comemorar o Dia dos Povos Indígenas (19) com danças tradicionais, comidas típicas, desfile de moda autoral indígena e grande baile dançante. A festa está marcada para o dia 20, com início às 18h30.

“A programação está muito legal este ano, com muita ancestralidade, abertura feita pela nossa orquestra e teremos também a apresentação da coleção de moda autoral e upcycling indígena, além das nossas danças tradicionais, comidas típicas e um jantar, que já é da nossa cultura. Ao fim, teremos o baile dançante e assim estaremos nessa luta e resistência por mais um ano”, argumentou ao MidiaMAIS o acadêmico de direito e representante da liderança jovem da aldeia, Bryan Dias Soares, 23 anos

Conforme Bryan Terena, como gosta de ser chamado, a moda autoral é inspirada em uma cultura vivenciada e representa sonhos de idealizadores, que financiam a realização do próprio negócio. Além disso, ressalta que este tipo de empreendedorismo cresce, inspirado nos ideais de quem o cria e ainda oferece representatividade para determinadas comunidades.

Assim, Bryan percebeu a moda autoral, com inspiração na identidade étnica indígena, como um forte modelo de negócios, capaz de fazer expandir suas potencialidades criativas, além de integrar e desenvolver diversas gerações dos povos originários.

“Queremos despertar a consciência coletiva em torno da moda autoral, com produções personalizadas que transmitem e traduzem as raízes indígenas, e com referências que atraem, também, os admiradores da moda sustentável. Com cores exclusivas, design singulares e materiais da natureza”, ressaltou.

(Bryan Soares/Arquivo Pessoal)