Já viu essa história antes? Pois é, exatamente um ano depois, a “estratégia” se repete. Treze meses após estrear o remake de “Pantanal” no horário nobre, a lançará “Terra e Paixão”, a nova novela das nove gravada em . E o folhetim assinado por Walcyr Carrasco vem com a mesma missão de “Pantanal”: tirar a emissora da “lama”.

Como? Apostando em com mais “cara” de Brasil, fora do eixo Rio-São Paulo, a TV Globo espera recuperar o Ibope perdido ao longo dos últimos meses, desde que o remake da clássica novela da Manchete chegou ao fim.

O curioso é que, há um ano atrás, “Pantanal” estreava com a mesma incumbência de “Terra e Peixão”: reerguer o horário nobre. Na época, a emissora enfrentava sua pior audiência na faixa, quando “Um Lugar ao Sol”, escrita por Lícia Manzo e protagonizada por Cauã Reymond, afundou o horário das 21 horas.

A divulgação de “Pantanal”, no entanto, havia começado dois anos antes, em 2020, quando a nova versão foi anunciada no Fantástico. É claro que esse tempo de marketing e a massiva promoção contribuíram para o fenômeno da novela de Juma (Alanis Guillen). Assim, “Pantanal” se consolidou como um sucesso fora do normal, devolvendo o prestígio à faixa que sucede o Jornal Nacional.

Família Leôncio conquistou o Brasil no remake de "Pantanal" - (Foto: Fábio Rocha) Mato Grosso do Sul
Família Leôncio conquistou o Brasil no remake de “Pantanal” – (Foto: Fábio Rocha)

Mato Grosso do Sul de novo para tirar o horário nobre da lama

Ambientada em Mato Grosso do Sul, com toda a representatividade que o Estado teve direito, “Pantanal” abalou as estruturas do Brasil e fez muito mais do que simplesmente levantar o Ibope. Ver um local diferente, uma paisagem única e uma história tão original, em um pedaço do Brasil que o Brasil não está acostumado a assistir nas telinhas, fez a diferença para o público da vênus platinada, que agora aposta em outra novela em MS para realizar um feito, no mínimo, semelhante ao de “Pantanal”.

É que depois do fim do remake, a faixa das 21 horas voltou a ficar na “lama”. “Travessia” não emplacou e afugentou todo o público que “Pantanal” lutou para conquistar. A emissora então escalou “Terra e Paixão”, um novo folhetim ambientado no mesmo Mato Grosso do Sul que encheu os olhos do Brasil.

Com isso, o horário nobre da TV Globo quase terá duas novelas “sul-mato-grossenses” seguidas, apenas com “Travessia”, ambientada no Rio de Janeiro, no meio.

Prestígio sul-mato-grossense

Aparentemente, Mato Grosso do Sul estaria ganhando prestígio e relevância no cenário da teledramaturgia nacional. Um Estado que antes era frequentemente confundido com Mato Grosso e completamente “esquecido no churrasco” agora desponta e salta aos olhos dos produtores de ficção televisionada.

A escolha de histórias ambientadas em MS tem sido avaliada quase como sucesso garantido e novelas gravadas no Estado se tornaram uma espécie de “curinga”, decisão acertada, para salvar a audiência em casos de extrema necessidade.

nova novela cauã reymond mato grosso do sul
Bastidores de Cauã gravando novela em MS registrados por moradora – (Fotos: Adeline Bachiega)

Terra e Paixão

Apesar disso, vale ressaltar que a decisão de gravar “Terra e Paixão” em Mato Grosso do Sul não partiu da TV Globo, mas sim do autor Walcyr Carrasco. Com base em suas memórias de infância, que podem ter sido despertadas pelo remake de “Pantanal”, Carrasco se lembrou da terra vermelha da região que conheceu quando era pequeno, porque um tio vivia por ali, na região de Dourados.

Foi por isso que o escritor selecionou Mato Grosso do Sul para ser o pano de fundo de sua próxima obra. Já “Pantanal”, desde a versão original de 1990 na Manchete, sempre foi ambientada na parte sul-mato-grossense do bioma.

Vale ressaltar ainda que, se o remake de “Pantanal” viesse a fracassar, colunistas de televisão avisaram que Walcyr Carrasco seria escalado às pressas para escrever a substituta. Na época, ventilava-se na imprensa que o autor trataria da lenda das 700 luas, da tribo Terena, em uma novela que também seria ambientada em MS.

terra e paixão Mato Grosso do Sul
Trio protagonista caracterizado na primeira foto oficial – (Foto: João Miguel Jr/TV Globo)

Conheça a história da nova novela da Globo em Mato Grosso do Sul

Em “Terra e Paixão”, a protagonista Aline (Bárbara Reis) começa uma trajetória para defender seu legado e construir um futuro melhor para si e para sua família. Após o assassinato do marido durante uma tentativa de invasão das terras onde vivem, a professora se torna produtora agrícola sem nunca ter plantado uma semente. Ela enfrentará tudo e todos para realizar seu novo sonho.

Nisso, Aline se conecta com Caio (Cauã Reymond) e Daniel (Johnny Massaro), dois irmãos que se gostam, mas estão no centro de uma disputa por herança, na abastada família do produtor rural Antônio (Tony Ramos), que tem como principal incentivadora Irene (Gloria Pires), sua segunda esposa.

Ao perceberem a força da protagonista, os dois se apaixonam perdidamente por ela, sem imaginarem que se trata da mesma pessoa. Ambientada na fictícia Nova Primavera, a novela tem como cenário principal as grandes plantações, repletas de modernidade e tecnologia, com toda a diversidade do universo rural, suas cores, cultura e vivências.

“Estou fascinado”, diz autor

Autor de folhetins de sucesso, Walcyr Carrasco define “Terra e Paixão” como uma novela clássica, sobre a força do amor, esperança e ambição. “A história apresenta um grande drama amoroso e uma luta por herança, em um ambiente agrícola, rural. Uma parte do país ainda desconhecida por muitos, de uma maneira que não estamos acostumados a ver em novelas”, adianta Carrasco.

“Estou fascinado pela tecnologia implantada na agricultura nos dias atuais, eu me apaixonei por esse ambiente e quis trazer para as telas”, revela o autor. “Terra e Paixão” tem previsão de estreia para o dia 8 de maio, em substituição à “Travessia”, logo após o Jornal Nacional.

Fale com o WhatsApp do MidiaMAIS!

Tem algo legal para compartilhar com a gente? Fale direto com os jornalistas do MidiaMAIS através do WhatsApp.

Mergulhe no universo do entretenimento e da cultura participando do nosso grupo no Facebook: um lugar aberto ao bate-papo, troca de informação, sugestões, enquetes e muito mais. Você também pode acompanhar nossas atualizações no Instagram e no Tiktok