Escrito, produzido e dirigido exclusivamente por acadêmicos do curso de audiovisual da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), o filme ‘Misantropia’ é um longa distópico que aborda o pós-moderno do universo do jovem adulto, além de seus dilemas éticos e pessoais em uma sociedade à beira de um apocalipse nuclear.

Luis Fernando, de 19 anos, roteirista e diretor do filme, explica que a obra foi concedida como um filme sem custos de produção e que as gravações, que começaram no dia 17 de setembro, só são possíveis graças à mobilização de voluntários. Ele ainda explica que, apenas o contexto da produção, e os envolvidos, remetem ao cenário universitário, “fora isso, não há vínculo nenhum com a universidade ou com a grade curricular” da UFMS.

“O filme está sendo produzido através de um esforço voluntário dos produtores e equipe técnica em realizar esta obra”, conta o jovem, agradecido pela mobilização de pessoas que acreditam no projeto.

“Mas procuramos financiar o básico através de doações e patrocínio. Atualmente, pretendemos quitar as despesas e investir em mixagem de som/correção de cores/finalização através da lei Paulo Gustavo, na categoria de Finalização/Complemento de longa-metragem”, explica.

Como o orçamento do filme é baixo, até o momento as locações têm sido a casa dos integrantes da equipe. Segundo Luis, assim que a obra for finalizada, “planejamos distribuir, em cadeia nacional, o longa-metragem através de festivais como o Festival de Cinema de Gramado e o Festival de Brasília”.

Equipe de ‘Misantropia’ durante as gravações. (Arquivo Pessoal)

Sinopse

A trama acompanha Lara, uma jovem cuja vida e percepção de mundo mudam drasticamente após a morte de seus pais. Ela se percebe alienada pelo grupo de amigos em uma sociedade a beira de um apocalipse nuclear. O conflito se dá entre Lara e Jacques, o carismático e narcisista líder de seu grupo de amigos.

O longa se destaca pela abordagem pós-moderno do universo jovem em que é abordada, de forma crítica, a forma que os “kidults”, isto é, os jovens adultos, convivem em sociedade e com seus dilemas éticos e pessoais. O caos do medo da extinção da humanidade conversa perfeitamente com a trama ao, paralelamente, o “mundo” desse grupo de amigos ser destruído pelo ressentimento e apatia de Lara.

Equipe de ‘Misantropia’. (Arquivo Pessoal)

Como ajudar a produção do filme

Embora as gravações estejam a todo vapor, a equipe continua contando com a colaboração de voluntários que possam contribuir financeiramente com o projeto. Para quem tiver interesse em ajudar os estudantes, a chave PIX é o CNPJ 51.836.065/0001-02.

Além disso, o trabalho da produção pode ser acompanhado pelo Instagram da produtora de Luis, a ‘West End Filmes’, clicando aqui.