A primeira edição do Festop (Festival de Todos os Povos) acontece em em menos de um mês e o trabalho de organização e logística para realização da maior festa cultural e popular do interior do Estado está a todo vapor.

Entre as atrações musicais que se apresentam, todas gratuitas, estão a cantora Soul Ra, Brô MCs, Kleber e Kleberson, Não Tem Hora, Miliano, Orquestra Sinfônica da UFGD, Dagata e os Pé Vermeio, Grupo de Dança Studio Jacy Brasileiro, Made in 90, Grupo de Dança Canto Kaiwoá e sucata Cultural.

O Festop acontece entre os dias 14 e 16 de abril na Praça Antônio João. O evento é financiado pelo (Fundo de Investimentos Culturais da Fundação de de Mato Grosso do Sul), Prefeitura de Dourados e tem apoio da de Dourados, Unigran, Sicredi e da West Fertilizantes.

Criado há cerca de seis anos, o Instituto de Desenvolvimento Artístico e Social Sucata Cultural desenvolve atividades artísticas e culturais e surgiu da associação de duas companhias: a Cia Theastai de artes cênicas e o Circo Le Chapeau.

No Festop, o Sucata Cultural apresentará o espetáculo “Tradicional Pocket Show” da companhia Circo Le Chapeau, que tem viajado o Brasil e, no último final de semana, foi aplaudido pelo público de Campo Grande.

“A essência do trabalho do Circo Le Chapeau é fazer espetáculos e números circenses pensados para valorizar a arte de rua. Então a proposta é realizar apresentações que agradem crianças, jovens, adultos, idosos, todos os públicos”, explica o artista Júnior de Oliveira.