A encenação da vida, paixão e morte de Cristo, em Mato Grosso do Sul, atrai cada vez mais fiéis para assistirem ao espetáculo. Seja em , que atrai o maior público, ou então em , com o tradicional realizado no bairro Moreninhas, região sul da cidade, o evento está com megaestrutura, gravação de vozes antecipada e confirmação de uma atração nacional em um deles.

No caso de Aquidauana, os atores já estão com a gravação de vozes prevista para a próxima sexta-feira (10). Ao todo, serão dois dias de gravação. Além disso, a informação é que as arquibancadas, cadeiras, camarotes aumentam. Em 2022, segundo a organização, cerca de 8 mil pessoas prestigiaram o espetáculo.

“Este ano teremos um musical dentro do teatro, além de vários momentos inéditos e surpresas até para o elenco. Vamos fazer a peça junto com o público, tornando o maior coral ao ar livre. E o interessante é que o nosso teatro é organizado pela igreja católica, mas, envolve todas as igrejas. Participam evangélicos e outras denominações. Também está confirmada a presença da dupla Álvaro e Daniel, muito importantes no católico”, comentou um dos atores, o empresário Humberto Torres, de 39 anos.

Também ator da peça, o personal trainer Pedro Saulo Miarro, de 44 anos, interpretará o chefe dos soldados romanos e ressalta que a expectativa é muito grande. “Não diferente dos outros anos, cremos que o teatro irá levar muitas pessoas a refletir sobre suas vidas e o Amor de Cristo em cada uma delas e também aprenderem a dar a valor a cada detalhe de suas vidas e as pessoas que estão nela”, argumentou.

Público presente na encenação da Paixão de Cristo. Foto: Divulgação
Público presente na encenação da Paixão de Cristo. Foto: Divulgação

Conforme Miarro, celebrar a é todo ano relembrar a ressurreição de Cristo e trazer isto para nossas vidas. “Ressuscitar sonhos e projetos que estão adormecidos, tirar força de dentro de cada um nós, pois tudo é possível ao que crê. Este ano, acredito eu, será o maior evento da Paixão de Cristo, contando com dois dias de apresentação, além das músicas gospel/católica e outras novidades”, avaliou.

Já o padre Jucelândio Nascimento, que organiza a encenação no bairro Moreninhas, ressaltou que dezenas de jovens estão ensaiando para o dia. “Este ano contaremos com uma estrutura completa de sonorização, para que os fieis possam ouvir as falas durante o trajeto. Isso tudo além das tradicionais falas da via-sacra e ainda faremos menção ao tema da campanha da fraternidade deste ano”, finalizou.

Leia também:

Com 120 envolvidos, Encenação da Paixão de Cristo retorna ao presencial nesta Páscoa em Aquidauana

Saiba Mais