Espetáculo de dança homenageia artista modernista de MS no Fasp nesta sexta

Lídia Baís é uma das homenageadas, sendo ela a artista visual modernista sul-mato-grossense que dá nome ao espetáculo
| 27/05/2022
- 07:54
Espetáculo de dança homenageia artista modernista de MS no Fasp nesta sexta
Foto: Festival América do Sul/Divulgação

Com intenção de agradar os mais diversos públicos, o 16º Festival América do Sul Pantanal possui extensa programação de apresentações de , com bailarinos regionais, nacionais e internacionais, além de renomados grupos de dança. Nesta sexta-feira (27), Lídia Baís é uma das homenageadas, sendo ela a artista visual modernista sul-mato-grossense que dá nome ao espetáculo.

Às 19h, na Leme do Prado, está previsto o espetáculo “Delírios – traços dançantes em Lídia Baís”. Meia hora antes, o espetáculo “Planta do Pé”, idealizado pela bailarina paulista Maria Eugênia, será apresentado no Porto Geral. Ela também apresentará o "Cabeção pelo mundo" neste fim de semana, em diferentes locais durante o festival.

No sábado (28), a atração regional fica por conta do espetáculo “Derive-se”, do programa Plataforme-se, às 15 horas, no Jardim da Independência. 

Entre as atrações nacionais está a CBCN (Companhia de Ballet da Cidade de Niterói), que traz o espetáculo “Presença na ausência”, no dia 28 de maio, às 19h15, no Clube Corumbaense.

No domingo (29), a Ginga Cia de Dança traz ao Fasp o espetáculo “Silêncio Branco”, às 19h15, no Clube Corumbaense. O espetáculo trata de um tema social tão difícil quanto urgente: a violência contra a mulher.

Atrações internacionais

Danza Bethania Joaquinho, do Paraguai, se apresenta nos dias 28 e 29 de maio, às 19 horas, no Clube Corumbaense. Nessa quinta-feira (26) houve a apresentação da Academia de Danças Folclóricas ADAF, da Bolívia. 

Veja também

Falso queijo caseiro sem leite é opção simples, barata e prática para substituir o queijo normal

Últimas notícias