Matar a à noite em nem sempre é tarefa fácil para quem não se contenta com pouco: se sobram lugares ‘gourmet', faltam espaços que a gente consegue desfrutar de chinelão e camiseta, mais à vontade, com porções mais generosas… Por isso mesmo o Cliente Oculto visitou o Bifão do Panamá, que está na região há mais de 15 anos servindo porções de batata frita de até 2 quilos e os famosos bifes na chapa.

O Bifão fica ao lado da Praça do Panamá, em Campo Grande, e é cercado pelo Residencial Panamá, conjunto de apartamentos da região. O bairro, residencial, tem pouco movimento nas ruas, mas concentra ali no restaurante, parte coberta, parte a céu aberto, um ambiente familiar.

Entre as ruas Náutico e Palestina, o lugar fica a quatro quadras do Terminal Júlio de Castilho e tem fácil acesso de ônibus com a linha 474 – UCDB / Terminal Júlio de Castilho ou até mesmo a pé. São apenas seis minutos de caminhada do terminal até o local. Pelas ruas largas ao redor da praça, sobra lugar para estacionar o carro para quem vai de veículo próprio – outra dor de cabeça a menos ao ter que perder tempo buscando estacionamento.

Como é o ambiente?

O Bifão do Panamá é um ambiente tranquilo, com na caixa de som, já que fica cercado por um bairro residencial. Com mesas e cadeiras de plástico, o local tem parte coberta e a céu livre e funciona no jantar. O horário de sábado à noite, quando o Cliente Oculto esteve lá, é o mais movimentado.

Com espaço kids monitorado, o ambiente conta com um pula-pula e piscina de bolinhas, com chão coberto por E.V.A e monitora atenciosa, que leva as crianças até a mesa dos pais quando elas solicitam.

Para ficar no ambiente, é preciso pagar R$ 4,90 por uma hora, R$ 9,90 por duas ou R$ 14,90 se a criança for ficar a noite toda no local brincando enquanto os pais curtem um chopp gelado. A área aceita crianças até 8 anos de idade.

E o atendimento?

Em relação ao atendimento, é preciso ter paciência ao ir jantar. No dia, apenas quatro atendentes rodavam entre as mesas anotando os pedidos. Com todas as mesas lotadas, nosso grupo logo foi colocado em mesas arrumadas para nos receber, mas esperou 20 minutos até conseguir acesso aos cardápios e fazer o pedido.

Refeição completa vai de R$ 29,90 a R$ 81,90

Ao pagar a conta, a caixa informou que naquele dia (um sábado à noite), vários dos ‘freelas' contratados pelo local haviam desmarcado de última hora. Ela disse que sempre são mais de 8 atendentes por noite e que aquela era uma situação excepcional.

Na ocasião, dois dos quatro atendentes nos receberam. Um, mais atencioso, anotou os pedidos e logo trouxe as bebidas. Durante a refeição, pedimos mais refrigerantes a outra atendente, que só levou os copos com gelo e limão após o da bebida.

Bifão, batata frita e buffet à vontade

O cardápio é bastante variado e tem dos bifões (acebolado, a cavalo, com calabresa, com mussarela) além de filé mignon e picanha, frango. Também é servido caldo, dobradinha e porções de calabresa, frango e lanches.

São servidos chopps, refrigerantes e sucos em jarra feitos na hora. Um casal come tranquilamente com uma porção de bifão, já que o buffet com acompanhamentos é livre. Na ilha, é possível servir arroz, feijão, macarrão, farofa, purê e saladas.

Dois quilos de batata frita (para ninguém passar vontade)

Mas além dos bifões, o prato ‘mais famoso' da casa é a porção de batata frita. Tem nos tamanhos, pequeno, médio e grande, sendo que esta última tem nada menos que 2 quilos de batata frita. Nosso grupo não deu conta de comer tanta batata.

A porção maior custa R$ 54 e serve tranquilamente quatro adultos enquanto tomam uma cervejinha, ou refrigerante, para colocar o papo em dia.

Afinal, a comida é boa?

O Cliente Oculto começou a experiência provando o bifão de picanha. No ponto, a carne veio macia e suculenta. E o principal: é picanha mesmo. Com os acompanhamentos servidos à vontade, facilmente o cliente fica satisfeito.

Picanha tem cerca de 400g e serve um casal

A porção de batata, que veio em seguida, tem quatro molhos grátis. Bem sequinha, é até difícil ‘segurar' o sal, mas nem precisa. Basta colocar um pouco de molho na batata que ela fica ótima para comer.

O tempo de espera para a comida chegar na mesa também não foi longo, mas ficou faltando um dos itens. Uma amiga pediu o frango à parmegiana, que simplesmente não veio. No fim, pedimos para cancelar, sem grandes problemas.

Confira abaixo ponto a ponto um resumo da experiência no Bifão do Panamá, localizado entre na Rua Palestina, 1192 – Panamá, Campo Grande. O horário de atendimento é de segunda a sábado a partir das 18h e domingo das 9h às 14h30. Confira aqui no mapa como chegar ao Bifão.

Pontos positivos

  • Comida saborosa, ao ponto e carne de qualidade.
  • Ambiente familiar e agradável para conversar.
  • Área kids custa R$ 4,90, brinquedos e com monitora o tempo todo.

Pontos negativos

  • Poucos atendentes.
  • Atendimento demorado.
  • Buffet com comida livre pouco organizado.

Confira os outros episódios do Cliente Oculto que foram ao ar:

Cliente Oculto chega ao Tiradentes para provar pastel doce, garapa e açaí a partir de R$ 4

Vale a pena? Cliente oculto experimenta franquia de milk shakes que abriu na Vila Nasser

Cliente Oculto estreia em restaurante nas Moreninhas, que oferece ‘expressinhos' a R$ 10