MidiaMAIS

Quase 400 alunos de escola na Capital não assistem aula e projeto pede doação de eletrônicos

Localizada no bairro Maria Aparecida Pedrossian, a Escola Estadual Dolor Ferreira de Andrade recebe alunos de mais cinco bairros, além da zona rural. Desses alunos, quase 400 não estão conseguindo assistir as aulas e acompanhar as atividades. Os motivos são variados, mas a falta de acesso às tecnologias e conexão à internet estão entre os […]

João Ramos Publicado em 16/03/2021, às 17h27 - Atualizado às 20h06

Estudantes estão distribuídos pelos anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º) e ensino médio (Divulgação)
Estudantes estão distribuídos pelos anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º) e ensino médio (Divulgação) - Estudantes estão distribuídos pelos anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º) e ensino médio (Divulgação)

Localizada no bairro Maria Aparecida Pedrossian, a Escola Estadual Dolor Ferreira de Andrade recebe alunos de mais cinco bairros, além da zona rural. Desses alunos, quase 400 não estão conseguindo assistir as aulas e acompanhar as atividades. Os motivos são variados, mas a falta de acesso às tecnologias e conexão à internet estão entre os principais.

Para ajudar esses estudantes, a Rede Emancipa MS está organizando uma campanha de arrecadação de eletrônicos que não estejam mais sendo usados.

“Como as aulas estão sendo remotas, os estudantes das escolas públicas tem bastante dificuldade de poder assisti-las. Nós do Emancipa MS nos reunimos e decidimos que seria uma boa ideia pedirmos para as pessoas que não estão mais usando algum desses aparelhos nos entregassem para que a gente pudesse fazer uma manutenção, um conserto, colocá-los em pleno estado de funcionamento e entregarmos para os estudantes” contou ao Jornal Midiamax o representante do projeto, Fábio Henrique, professor da Faculdade de Computação da UFMS e um dos fundadores da Rede Emancipa MS.

Os voluntários também estão arrecadando recursos financeiros para a aquisição de pelo menos 100 chips pré-pagos de celular que permitam a esses alunos o acesso à internet, possibilitando o encerramento do ano letivo de 2020 e provavelmente o início de 2021. As doações em dinheiro podem ser feitas através da plataforma Catarse clicando aqui.

De acordo com o docente, os equipamentos doados serão revisados ou consertados pelos membros da PET Computação e PET Sistemas da Faculdade de Computação da UFMS. Junto com os chips comprados com os recursos desta campanha, serão distribuídos aos alunos que estão sem acesso às aulas e atividades.

Para doar aparelhos como tablets, celulares e computadores, basta entrar em contato pelos telefones (67) 9 9661-7695 e (67) 9 8136-8237. Os responsáveis irão até os doadores buscar os equipamentos.

Emancipa MS

Sobre a Rede Emancipa MS, um projeto recém-fundado na Capital, o professor Fábio esclarece: “a equipe do Emancipa MS está implementando a educação popular, com o objetivo de levar educação para as periferias e capacitar os estudantes nesse curso pré-universitário. A gente quer preparar os estudantes não só pra entrarem nas universidades mas também para a vida com todas as possibilidades que a gente tem em mãos”.

Jornal Midiamax