MidiaMAIS

Montador de MS rasga músculo da virilha e sonho de ser bicampeão mundial é comprometido: 'senti estourar'

A apenas 5 rodadas da final, José acumula 866 pontos de vantagem sobre o segundo colocado

João Ramos Publicado em 22/09/2021, às 08h52

José Vitor Leme, líder do ranking mundial de montaria em touros da PBR
José Vitor Leme, líder do ranking mundial de montaria em touros da PBR - (Foto: Bullstock Media)

Tentando ser bicampeão da Professional Bull Riders (PBR) pelo segundo ano consecutivo, o montador de touros José Vitor Leme teve seu sonho comprometido após sofrer uma lesão enquanto competia neste fim de semana em Neware, Nova Jersey, nos Estados Unidos.

Na madrugada desta terça (22), José atualizou seu estado de saúde. "Fiz alguns exames hoje e uma ressonância magnética mostrou que rasguei parcialmente o músculo direito da virilha. No momento, ainda não tenho um cronograma exato de quando voltarei às competições, mas já iniciei o processo de recuperação com a fisioterapia, e me comprometo a retornar assim que meu corpo estiver pronto", contou o montador.

"Obrigado a todos os meus fãs, amigos e familiares por todo o apoio contínuo. Agradeço por estar sempre ao meu lado e manterei todos atualizados sobre minha recuperação ao longo do processo", finalizou ele, não esclarecendo se vai ou não deixar a competição.

Liderança

A primeira divisão da Professional Bull Riders e o resultado foram os mesmos das últimas etapas do Mundial: o sul-mato-grossense José Vitor Leme, de Ribas do Rio Pardo, pontuou nas três montarias e lidera o ranking da temporada, fez uma montaria de 88,5. No domingo, foi além e emplacou mais duas acima dos 90 pontos: 92 e 90,75. Ele já é o recordista de notas acima de 90 em uma mesma temporada com 21.

Aos 24 anos, José foi o campeão mundial de 2020, está na liderança e ainda tenta se tornar bicampeão pelo segundo ano consecutivo. José ainda está com 866 pontos de diferença para o segundo colocado no Mundial, o paulista Kaique Pacheco. Faltam apenas cinco rodadas para a grande final, em Las Vegas, de 3 a 7 de novembro, que garante um prêmio de US$ 1 milhão ao campeão, mas a lesão na virilha pode comprometer esse sonho. 

O rio-pardense vem de sete vitórias nesta temporada e pode se tornar o segundo peão da história a vencer a PBR em temporadas seguidas. Sobre a lesão que coloca em risco seu futuro na competição, o montador declarou: "Nunca senti algo assim antes. Senti minha virilha estourar", disse o brasileiro à assessoria da PBR americana.

Jornal Midiamax