MidiaMAIS

Em cubículo, barbearia funciona como pit stop para cortes a R$ 5 em Campo Grande

Na região central de Campo Grande, barbearia oferece serviço Pit Stop para cortes de cabelo com preços acessíveis.

Nathália Rabelo Publicado em 19/02/2021, às 15h53 - Atualizado às 19h24

Barbearia funciona como Pit Stop para cortes de cabelo (Leonardo de França, Midiamax)
Barbearia funciona como Pit Stop para cortes de cabelo (Leonardo de França, Midiamax) - Barbearia funciona como Pit Stop para cortes de cabelo (Leonardo de França, Midiamax)

Você já pensou em trabalhar em um espaço que tem cerca de 1,20 metro de largura por 5m de comprimento? Parece apertado, mas é essa a realidade de barbearia “peculiar” que fica no centro de Campo Grande. Funcionando no modelo pit stop, o cubículo tem capacidade para atender, no máximo, 2 clientes por vez e faz cortes de cabelo a partir de R$ 5.

Weslley Samuel Xavier, de 25 anos, trabalha como barbeiro no espaço localizado na Rua 15 de Novembro, entre a Calógeras e 14 de Julho. Ele explica que a ideia de atuar em um espaço tão pequeno se deu para conseguir pagar o aluguel baixo. Além disso, é a barbearia ideal para quem não quer perder tempo.

“Como o corte é a R$ 5, não pode ser um aluguel caro, então acabou casando o local. A ideia é ser um pit stop. Não é para você lavar o cabelo e passar o secador. É uma parada mais rapidona”, explica Weslley.

Em cubículo, barbearia funciona como pit stop para cortes a R$ 5 em Campo Grande
Espaço é destinado para serviços rápidos e baratos (Leonardo de França, Midiamax)

História

O espaço foi comprado pelo pai de Weslley para ser alugado por outro barbeiro, há quatro anos. Ele queria um lugar que não cobrasse muito. E então, dois anos depois, Weslley substituiu o outro profissional e trabalha lá até hoje.

“Antes eram 2 [pessoas] cortando. Era eu e meu primo, até dezembro. Compensa muito colocando na ponta do lápis”, comentou. Quando questionado sobre o pai, Weslley afirmou que ele nunca chegou a trabalhar na barbearia porque atua como chaveiro no espaço próprio.

Dia a dia

A barbearia conta só com duas cadeiras, mas o negócio tem gerado bons resultados do mesmo jeito. Em média, 30 clientes são atendidos por dia, resultando em 210 a cada semana. Portanto, a renda do empreendimento é focada na quantidade através de um serviço barato e rápido.

Weslley explica que passa por alguns desafios no dia a dia. Como não tem banheiro no local, ele acaba aproveitando a hora do almoço para ir nos sanitários de shopping do Centro o ou na loja do pai. Apesar de certos “perrengues”, o jovem gosta de trabalhar na barbearia.

O “cubículo” fica no coração de Campo Grande e com certeza coleciona várias histórias todos os dias.

Em cubículo, barbearia funciona como pit stop para cortes a R$ 5 em Campo Grande
Negócio é focado na quantidade de atendimentos (Leonardo de França, Midiamax)
Jornal Midiamax