MidiaMAIS

Beleza da terra: Ativos do bioma de MS viram cosméticos com toques regionais

Atentas às tendências de mercado, empresárias de Campo Grande investem em boutique de cosméticos com elementos da biodiversidade.

Leandro Marques Publicado em 27/04/2021, às 15h34 - Atualizado às 15h34

Produtos com "DNA" regional já são comercializados
Produtos com "DNA" regional já são comercializados - Foto: Divulgação

A riqueza da biodiversidade do Mato Grosso do Sul inspira não somente o turismo, a contemplação de nossos recursos naturais, mas sim o empreendedorismo que valoriza o que existe em nosso bioma. Fernanda Fialho, Dra em tecnologia farmacêutica pela USP, desenvolveu um sistema nanoestruturado com o óleo de bocaiúva, cuja pesquisa resultou em patente no ano de 2015. A partir daí, outros ativos do bioma da região centro-oeste passaram a ser objetivo de pesquisa para o desenvolvimento de novos produtos.  

Juntamente com a mãe, a também farmacêutica-bioquímica, Maria Lucia Fialho, elas decidiram ampliar os negócios da família. Sócias em uma farmácia de manipulação e na primeira indústria de cosméticos do estado, recentemente elas inauguram a PH Cosmetics, focados em elementos da biodiversidade do Cerrado, Pantanal Chaco e Aquífero Guarani e também com um diferencial, da possibilidade de formular os cosméticos personalizados de acordo com a necessidade do cliente.  

“Nós idealizamos o projeto da loja conceito por 4 anos. Queríamos algo que o cliente entrasse e sentisse inspiração, acolhimento e bem-estar”, afirma Fernanda Fialho. 

Parceiros da rede de bioeconomia local, Fernanda conta que ao longo de 10 anos realizaram o estreitamento com comunidades extrativistas, cooperativas e associações para desenvolver a economia local com a produção e fornecimento de matérias-primas.  

“Nossos valores vão muito além de vender produtos cosméticos, nós queremos ser uma empresa genuinamente brasileira, que mostre o valor dos Biomas do centro-oeste, com produtos de qualidade e de alto valor agregado”, ressalta ela. 

Todas as linhas de produtos industrializados são veganas, não testadas em animais e sem petrolato, substância altamente tóxica e alergênica para quem trabalha com a exploração do produto e também há um grande impacto para o meio ambiente, por ser de exploração mineral.  

Na loja há o espaço OKA para demonstração dos produtos, onde o cliente pode desfrutar de um momento único de bem-estar. Para conhecer os produtos, para que servem, saiba mais em https://phcosmetics.com.br/, ou no insta @phcosmetics

Jornal Midiamax