MidiaMAIS

Para falar de diversidade e identidade cultural, mostra ‘Curta Saci’ chega a Campo Grande

Mostra já passou por Três Lagoas e Corumbá

Guilherme Cavalcante Publicado em 28/01/2016, às 09h41

None
saci.jpg

Mostra já passou por Três Lagoas e Corumbá

Depois de passar ṕor Corumbá e Três Lagoas, é a vez de Campo Grande receber a mostra itinerante 'Curta Saci', que reune curtas-metrangens de diversos gêneros, de documentãrios a animações, mas que estão conectados por explorar o universo do folclore brasileiro e um de seus maiores representantes: o Saci. Com participação gratuita, o evento é direcionado a todos os públicos e acontece logo mais, ás 19h, no Museu da Imagem e do Som.

Segundo o idealizador da mostra, o jornalista e pesquisador Andriolli Costa, o objetivo da exibição é trazer à tona a diversidade das narrativas que exploram a cultura popular brasileira. “Muita gente, ainda hoje, pensa que folclore é coisa de crianças ou de interioranos. Mostrando toda essa diversidade, queremos lembrar que em verdade o folclore – e o saci – diz sobre todos nós”, afirma.

A programação da mostra traz a exibição dos curtas 'Observadores de Saci' (Documentário, 2011), 'Somos todos saci' (Animação, 2013), 'Juro que vi saci' (Animação, 2004), 'Sem Fim' (Ficção, 2014) e 'O Colecionador de Sacis' (Drama, 2015) – este último, dirigido pelo próprio Andriolli.

Interatividade

O público participante também será convidado a gravar em vídeo suas experiências com o saci. O material será utilizado para a produção de um documentário em homenagem aos 100 anos de Saci Pererê – Resultado de um Inquérito, de Monteiro Lobato. Debates também fazem parte da mostra. Somente em Corumbá e Três Lagoas, cerca de mil pessoas passaram pelos locais de exibição.

Serviço – Mostra 'Curta Saci' – Nesta quinta-feira (28), a partir das 19h, no Museu da Imagem e do Som (Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559). Gratuito.

Jornal Midiamax