Cantora é a quinta mulher a recusar o posto

 

A cantora Daniela Mercury recusou convite para assumir a titularidade da Secretaria Nacional de Cultura. As informações são da Folha de S. Paulo. De acordo com o jornal, a cantora teria sido procurada pela senadora Marta Suplicy (PMDB-SP). A recusa teria acontecido no início desta semana, de acordo com a colunita Mônica Bergamo, também da Folha de S. Paulo.

Daniela Mercury declina convite para assumir Secretaria Nacional de Cultura

A baiana seria a quarta mulher procurada pelo governo do presidente interino Michel Temer a recusar o convite à Secretaria, acompanhando a decisão da atriz Bruna Lombardi, da jornalista e apresentadora Marília Gabriela, da antropóloga Cláudia Leitão e da consultora de projetos culturais da FGV (Fundação Getulio Vargas), Eliane Costa.

O convite a Daniela Mercury soa ingênuo, já que a cantora posiciona-se publicamente contra o impeachment e, precisament, contra a fusão do MinC (Ministério da Cultura) com o MEC (Ministério da Educação). “Um povo que cala seus artistas, cala sua própria voz”, escreveu a cantora no Instagram.

 corrida por uma mulher para a Secretaria Nacional de Cultura é uma resposta de Temer tanto para a extinção do MinC como para a ausência absoluta de mulheres em cargos de primeiro escalão.