Geral

Orla Ferroviária pode se transformar em local de food trucks

O projeto está na Câmara 

Diego Alves Publicado em 16/07/2015, às 00h33

None
food.jpg

O projeto está na Câmara 

Os proprietários de food trucks (caminhões de comida), aguardam a aprovação de um projeto no legislativo para regulamentação da atividade e inclusive para utilizarem a extensão da Orla Ferroviária. De acordo com o vereador Orávio Trad (PT do B), o projeto está na Câmara e caso aprovado, detalhes de implantação e aperfeiçoamento irão ser discutidos entre o legislativo, executivo e população.

Alguns proprietários de food trucks se reuniram com o prefeito Gilmar Olarte, na manhã desta terça-feira (14) na Esplanada Ferroviária, para discutir a ampliação do serviço na Capital.

Os comerciantes, acompanhados do vereador também querem permissão para rodar em mais locais da cidade, visto que atualmente eles estão liberados para trabalhar apenas em uma área particular na Rua Ceará, chamada de Nômade Food Park.

Olarte destacou que vai encaminhar o pedido as Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Semadur) e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Ciência e Tecnologia e Agronegócio (Sedesc), para criação de uma legislação que defina os locais de atuação dos trailers, citando a Olra Ferroviária e o Corredor Gastronômico como opções. “Vamos amadurecer estes projetos e organizar para que seja votado na Câmara Municipal em agosto”, concluiu.

Uma das representantes dos food trucks, Isabela Blano Barbosa, se mostrou entusiasmada com a sugestão do prefeito. “Somos favoráveis à ideia do prefeito em levar os food trucks para a Orla Cultural e a qualquer ideia que fomente este mercado que está começando agora em Campo Grande”, destacou a empresária.

Jornal Midiamax