Geral

Agentes comunitários protestam em frente à Prefeitura

Guardas municipais reforçaram segurança do prédio da Prefeitura de Campo Grande

Midiamax Publicado em 26/02/2015, às 20h18

None
protesto.jpg

Guardas municipais reforçaram segurança do prédio da Prefeitura de Campo Grande

Cerca de 200 agentes comunitários de saúde participaram de um protesto organizado pelo Sisem (Sindicato dos Servidores e Funcionários Municipais de Campo Grande) na tarde desta quinta-feira (26), em frente ao Paço Municipal.

Com fogos de artifício e carro de som, os servidores se uniram para enaltecer o trabalho da categoria. O presidente do Sisem e líder do protesto, Marcos Tabosa, afirmou que os agentes continuar a cumprir a meta de dez visitas por dia. A medida, segundo Tabosa, ainda não foi oficializada, mas será comunicada aos gerentes de postos de saúde.

“Somos fortes porque somos unidos. Conversei com a Prefeitura e vamos continuar trabalhando por metas e não por carga horária. Assim teremos mais qualidade de vida e vamos tirar os agentes debaixo do sol escaldante”, destacou.

Nos últimos dias um possível desentendimento por causa da carga horária dos agentes de saúde gerou problemas entre os servidores. Tabosa chegou a postar um vídeo na rede social para convocar os agentes para a passeata desta quinta-feira. Durante o discurso, ele afirmou que quem ocupa cargo de direção, além do pessoal da enfermagem, é favorecido com melhores condições de trabalho.

“A categoria dos agentes comunitários é a que mais trabalha, entra nas residências, pesa crianças e não podemos deixar que sejam massacrados pelos enfermeiros e gerentes de postos. Eu defendo o servidor organizado”, chegou a comentar.

Jornal Midiamax