Geral

Vaca geneticamente modificada produz leite que não provoca alergia

Uma vaca foi geneticamente modificada para produzir leite que não cause reações alérgicas. O problema afeta cerca de 3% das crianças no primeiro ano de vida. A novidade foi anunciada por cientistas empresa AgReserch e da Universidade de Waikato, na Nova Zelândia. Os pesquisadores conseguiram desenvolver uma vaca que produz leite sem a proteína beta-lactoglobulina. […]

Arquivo Publicado em 04/03/2014, às 21h04

None

Uma vaca foi geneticamente modificada para produzir leite que não cause reações alérgicas.

O problema afeta cerca de 3% das crianças no primeiro ano de vida. A novidade foi anunciada por cientistas empresa AgReserch e da Universidade de Waikato, na Nova Zelândia.

Os pesquisadores conseguiram desenvolver uma vaca que produz leite sem a proteína beta-lactoglobulina. Essa substâncias (que não existe no leite humano) é a responsável por desencadear alergia. Para obter esse resultado, os cientistas acrescentaram material genético para “atrapalhar” a produção, via RNA.

“Nas amostras de leite provenientes da vaca transgênica, não foi detectado nenhum traço de beta-lactoglobulina”, afirma o estudo publicado na Proceedings of the National Academy of Science (PNAS).

O especialista Keith Campbell, da Universidade de Nottingham, afirma que o desafio é ver até quando a modificação genética se mantém, seja na própria vaca transgênica e na descendência dela.“A técnica é muito interessante. O risco, na minha opinião, é zero. Se (a modificação genética) fosse venenosa, o animal já estaria morto”, verificou ele.

Jornal Midiamax