Geral

Tribunal rejeita recurso de Messi por fraude fiscal e atleta vai a júri

O tribunal espanhol rejeitou a apelação de Lionel Messi no processo em que o jogador e sua família são acusados de fraude fiscal e o caso vai a julgamento na Espanha. Em junho, a promotoria da Espanha acusou o pai de Messi, Jorge Horácio, por fraude fiscal, alegando que ele era o responsável pelas finanças […]

Arquivo Publicado em 03/10/2014, às 15h38

None

O tribunal espanhol rejeitou a apelação de Lionel Messi no processo em que o jogador e sua família são acusados de fraude fiscal e o caso vai a julgamento na Espanha.


Em junho, a promotoria da Espanha acusou o pai de Messi, Jorge Horácio, por fraude fiscal, alegando que ele era o responsável pelas finanças do jogador. No mês seguinte, a justiça decidiu incluir Messi no caso. Apesar da apelação do atleta e seus advogados, a corte confirmou nesta sexta-feira (3) que Messi poderia saber da fraude.


O juiz confirmou que é uma “opinião subjetiva dizer que Messi não sabia do caso, pois era seu pai fazia a gestão econômica, contratual e tributária dos negócios do jogador e família”, informou o jornal espanhol Marca.


“O jogador poderia ter conhecimento e consentido a criação e manutenção de uma empresa fictícia com o único objetivo de não cumprir as obrigações tributárias derivadas da exploração de direitos de imagem de Messi”, afirmou o tribunal.


A família é acusada de criar empresas para não pagar impostos vindos de direitos de imagem do jogador do Barcelona em 2007, 2008 e 2009. O jogador e sua família são acusados de uma fraude de 4 milhões de euros (R$12,5 mi).

Jornal Midiamax