Geral

Traficantes matam deficiente por não pagar dívidas com drogas em MS

Danilo Alexandre de Souza, 21 anos, foi morto segundo familiares por conta de dívidas com traficantes ontem (23) em Três Lagoas – a 338 quilômetros de Campo Grande. Ele foi assassinado provavelmente a pauladas na cabeça, mas também tinha marcas de pancada nos braços. Danilo era deficiente físico e usuário de drogas e estaria devendo […]

Arquivo Publicado em 24/03/2014, às 15h15

None
945001380.jpg

Danilo Alexandre de Souza, 21 anos, foi morto segundo familiares por conta de dívidas com traficantes ontem (23) em Três Lagoas – a 338 quilômetros de Campo Grande.

Ele foi assassinado provavelmente a pauladas na cabeça, mas também tinha marcas de pancada nos braços. Danilo era deficiente físico e usuário de drogas e estaria devendo muito dinheiro para traficantes.

O seu corpo foi encontrado em um terreno baldio na Rua Macapá, no bairro Guanabara. De acordo com a família, ele teria saído de casa no dia anterior, por volta das 18 horas e não retornou mais.

A Polícia Militar e a Perícia Técnica da Polícia Civil estiveram no local e constataram que havia um ferimento no lado esquerdo da cabeça e no braço da vítima, mas não foi encontrado nenhum objeto no local que pudesse ter sido usado no crime.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) da cidade, onde foi feito exame de necropsia e liberado para o sepultamento.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) como homicídio doloso (quando há intenção de matar). A Polícia Civil investiga o caso.(Com informações Perfil News)

Jornal Midiamax