Geral

Temporal deixa mais de 3.500 desabrigados e 9.500 isolados no Chile

O temporal de chuva e neve que desde a sexta-feira atinge várias regiões do Chile já deixou 3.588 desabrigados, e 9.522 pessoas isoladas por inundações ou bloqueios de estradas, informaram neste domingo fontes oficiais. A maior quantidade de desabrigados é das regiões mais ao sul do país, Biobío e Lagos, onde 12 casas foram destruídas […]

Arquivo Publicado em 08/06/2014, às 20h18

None

O temporal de chuva e neve que desde a sexta-feira atinge várias regiões do Chile já deixou 3.588 desabrigados, e 9.522 pessoas isoladas por inundações ou bloqueios de estradas, informaram neste domingo fontes oficiais.


A maior quantidade de desabrigados é das regiões mais ao sul do país, Biobío e Lagos, onde 12 casas foram destruídas pela chuva e outras 140 ficaram inabitáveis, segundo o relatório do Escritório Nacional de Emergência (Onemi).


O temporal sistema frontal também causou problemas de fornecimento de energia elétrica nas regiões de O’Higgins, Maule, Biobío, La Araucanía, Los Ríos e Los Lagos, deixando 27.210 famílias sem luz.


No porto de San Antonio, na região de Valparaíso, quatro pescadores estão desaparecidos desde a tarde do sábado, depois do naufrágio da embarcação; a busca se estendeu por um amplo trecho do litoral central chileno, sem resultados até o momento, segundo o governo marítimo.


A Onemi indicou também que as vias terrestres que ligam o Chile à Argentina se mantêm fechados por causa da queda de neve na cordilheira dos Andes, exceto pela passagem de Jama, na região de Antofagasta, que foi reaberto neste domingo.


O órgão garantiu que as direções regionais estão monitorando permanentemente a situação e coordenam as ações e a distribuição de elementos necessários para atender à população afetada.

Jornal Midiamax