Geral

Sefaz-MS: Paula Volpe desmente governador e diz que jamais indicaria a Fapec

A promotora Paula Volpe, da 49ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público, negou veementemente, nesta quarta-feira (18), que tenha indicado a Fapec para a realização da prova da Sefaz-MS (Secretaria de Estado de Fazenda de Mato Grosso do Sul) para os cargos de fiscal de renda e agente tributário. Essa declaração foi feita após o […]

Arquivo Publicado em 18/06/2014, às 14h58

None
249821739.jpg

A promotora Paula Volpe, da 49ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público, negou veementemente, nesta quarta-feira (18), que tenha indicado a Fapec para a realização da prova da Sefaz-MS (Secretaria de Estado de Fazenda de Mato Grosso do Sul) para os cargos de fiscal de renda e agente tributário.

Essa declaração foi feita após o governador André Puccinelli ter declarado que Paula Volpe indicou a Fapec para a realização da prova. “Eu jamais faria isso, não sei de onde ele tirou essa informação”, disse.

Paula Volpe declarou ainda que nunca conversou com o governador ou com representantes do governo para falar sobre o assunto. Ela investigava as suspeitas de fraude nas provas, mas foi afastada do caso.

A prova para o cargo de fiscal de renda, que tem um dos maiores salários do Estado, está sob suspeita de vazamento de questões. A Fapec foi contratada sem licitação ao custo de R$ 360 mil.

Antes disso, provas marcadas originalmente para os dias 23 de fevereiro e 9 de março foram canceladas pelo governador André Puccinelli após o Midiamax publicar matéria mostrando que membros da comissão elaboradora, como o ex-presidente da OAB Leonardo Avelino Duarte, tinham parentes entre os inscritos.

Jornal Midiamax