Geral

Robson Marinho pede licença de 7 dias do Tribunal de Contas de SP

Robson Marinho pediu licença de sete dias do Tribunal de Contas do estado de São Paulo. Ele é acusado de ter recebido propina para aprovar um contrato sem licitação com estatais paulistas, durante o governo de Mário Covas, do PSDB. E disse que vai usar o período para se defender. Há dez dias, o Ministério […]

Arquivo Publicado em 05/06/2014, às 11h55

None

Robson Marinho pediu licença de sete dias do Tribunal de Contas do estado de São Paulo. Ele é acusado de ter recebido propina para aprovar um contrato sem licitação com estatais paulistas, durante o governo de Mário Covas, do PSDB. E disse que vai usar o período para se defender.


Há dez dias, o Ministério Público de São Paulo entrou com um pedido de afastamento de Marinho do cargo de conselheiro do tribunal.


Em nota, o PSDB de São Paulo disse que defende a apuração rigorosa dos fatos e, se comprovada a culpa, a punição dos envolvidos.

Jornal Midiamax