Rapaz invade casa e mata mulher e neta com mais de 30 facadas em cidade de MS

Eder Peixer, de 20 anos de idade, foi preso na noite de quarta-feira (13) acusado de assassinar Maria Dolores Vaz Seguro de 58 anos, com 17 facadas e a neta dela Carolina Crispim Seguro, de 4 anos, com 19 facadas. O crime aconteceu em uma residência localizada na Rua Miguel Sotoni, Jardim Paraíso, em Naviraí, […]
| 14/08/2014
- 17:32
Rapaz invade casa e mata mulher e neta com mais de 30 facadas em cidade de MS

Eder Peixer, de 20 anos de idade, foi preso na noite de quarta-feira (13) acusado de assassinar Maria Dolores Vaz Seguro de 58 anos, com 17 facadas e a neta dela Carolina Crispim Seguro, de 4 anos, com 19 facadas. O crime aconteceu em uma residência localizada na Rua Miguel Sotoni, Jardim Paraíso, em Naviraí, a 349 quilômetros de Campo Grande.

A prisão aconteceu horas depois do crime. Eder foi localizado escondido no quintal de uma casa, no Jardim Progresso e não ofereceu resistência.

De acordo com informações do site tanamidianavirai.com.br, o filho de Maria Dolores e pai de Carolina, identificado como Dênis, ao chegar à casa da mãe por volta das 18 horas, viu Eder sair da residência com as roupas sujas de sangue. Na tentativa de segurá-lo entrou em lutas corporal mas Eder conseguiu fugir.

No interior do imóvel, Dênis encontrou a mãe e a filha ensanguentadas e caídas no chão da cozinha. Desesperado ele pegou a filha no colo e saiu correndo para a rua em busca de ajuda, conseguindo assim uma carona até a Santa Casa de Naviraí, onde a menina morreu. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros  ao chegarem à residência constataram que  a mulher já estava morta.

Dênis afirmou que conhecia Eder depois de um rápido contato em Ivinhema onde trabalharam juntos e da qual Eder havia sido demitido. Eder ao ser preso afirmou que Dênis lhe devia R$ 800 por ter adquirido drogas para seu consumo e que por várias vezes já havia tentado receber pois teria que repassar o dinheiro para um traficante.

Na noite desta quarta-feira, ele disse que teria ido à casa de Dênis para cobrá-lo, mas encontrou apenas a mãe e a filha dele, e ao falar sobre a suposta dívida, foi agredido pela mulher. Ele então pegou uma faca que estava sobre uma mesa da cozinha e começou a esfaquear a mulher e logo em seguida partiu para cima da menina a esfaqueando também. Ele deixava a casa quando foi surpreendido por Dênis que chegava à residência, e então após a discussão entraram em luta corporal, fugindo em seguida.

Ao ficar sabendo da prisão de Eder, Dênis e mais alguns familiares tentaram invadir a delegacia, porém foram detidos pelos policiais. Eder foi autuado em flagrante pelo crime de duplo homicídio qualificado.

Últimas notícias