Geral

Quase 400 torcedores de Campo Grande pagaram por ingressos da Copa que não chegaram

Desde sábado (7) a empresa DMX, do Rio de Janeiro, apontada como a responsável por repassar os pacotes para a Copa do Mundo à empresa de turismo Coelho & Neto, de Campo Grande, vem acumulando uma série de reclamações na internet. Clientes de Campo Grande, Costa Rica- MS, Passo Fundo-RS, Ponta Grossa-PR e São Paulo […]

Arquivo Publicado em 10/06/2014, às 16h35

None
1692418093.jpg

Desde sábado (7) a empresa DMX, do Rio de Janeiro, apontada como a responsável por repassar os pacotes para a Copa do Mundo à empresa de turismo Coelho & Neto, de Campo Grande, vem acumulando uma série de reclamações na internet.

Clientes de Campo Grande, Costa Rica- MS, Passo Fundo-RS, Ponta Grossa-PR e São Paulo reclamam do mesmo problema: pagaram por pacotes e na última hora receberam a informação que não receberiam os ingressos.

Aproximadamente 390 torcedores de Campo Grande estão com problemas para realizar o sonho de acompanhar de perto a Copa do Mundo de Futebol, que começa na próxima quinta-feira (12). Eles compraram pacotes para jogos que somam valor aproximado de R$ 365 mil, mas a agência de turismo alega não ter recebido os ingressos do agente credenciado.

Sem poder acompanhar os jogos do Mundial direto nos estádios, os campo-grandenses aguardam informações e prometem entrar na justiça. A agência de Campo Grande, no entanto, se antecipou aos clientes e registrou ocorrência na Delegacia de Defraudações da Capital colocando-se como vítima de uma agência carioca.

A empresária responsável pelas vendas em Mato Grosso do Sul já realizou reuniões com os compradores para tentar explicar a situação, mas os torcedores já se organizam para acionar judicialmente a empresa campo-grandense.

Os pacotes comprados tinham preços que variam entre R$ 300 e R$ 2 mil. Um cliente, que preferiu não se identificar, afirmou que comprou o pacote para a final no Rio de Janeiro, gastando o valor de R$ 1.600 e atribui a responsabilidade à agência local.

“É claro que agora ela quer se fazer de vítima. Já falou que está disposta a fazer o reembolso, mas não teria o dinheiro agora. Ele tem de ser responsabilizada e estamos estudando uma forma de garantir os nossos direitos”, afirmou.

Outro cliente está tentando um acordo direto com a empresa carioca e que ainda nesta segunda-feira (9) espera conseguir ter o dinheiro investido de volta. “Prefiro não comentar nada por enquanto. Estou tentando recuperar o meu dinheiro e qualquer coisa que falar poderia atrapalhar. Infelizmente ingresso para os jogos não será mais possível, mas se conseguir o dinheiro de volta já será um alívio”, afirmou.

Uma das diretoras da empresa, Livia Maymone Coelho Netto, disse que foi surpreendida com a atitude da empresa DMX Tours, do Rio, pois em outras ocasiões, como Rock In Rio e Copa das Confederações, já havia feito a parceria e tudo havia fluído normalmente.

Dentre as reclamações há uma datada de abril onde o cliente reclama que comprou ingressos para a apresentação do Cirque Du Soleil e que depois de esperar por muito tempo também não recebeu a encomenda.

Entre as reclamações, um paulista afirma: “Há 1 ano comprei 2 ingressos da Copa do Mundo da empresa Coelho Netto Ltda. e o que era um sonho tornou-se uma decepção total! Recebemos informação de que houve [editado pelo Reclame Aqui] na venda de ingressos, os quais não teriam sido entregues pela DMX e por esse motivo não os recebemos até o momento!!! Quero o meu dinheiro de volta, corrigido, bem como compensação financeira por danos morais causados pela falta de respeito e total descaso com o consumidor!!!!!!! E este é apenas um recurso inicial para tentativa de acordo, ingressarei com todas as medidas judiciais cabíveis se for necessário!!!!!!!!!!!!!”.

Um grupo de campo-grandenses também postou a sua reclamação: “Compramos no fim de 2013 mais de 15 ingressos para o jogo de abertura. A empresa ficou nos enrolando e passando prazos que nunca foram respeitados. Compramos passagens, reservamos hotéis, pedimos folga no trabalho e fizemos toda a programação. No fim das contas tomamos um prejuízo de mais de 30 mil reais.

Resposta da empresa

Também pelo site reclameaqui.com.br, os responsáveis pela empresa DMX deram uma resposta a um dos clientes..

“Prezado primeiramente não existiu [editado pelo Reclame Aqui] e nem muito menos qualquer outro nome. Inclusive as 3 empresas nas quais adquiriram os pacotes já conhecem os serviços da operadora. Estamos indignados com o tal acontecimento inclusive fazendo com que nao entendessem o ocorrido. Trabalhamos no ramo a mais de 10 anos nunca tendo esse tipo de problema. Infelizmente nao obtivemos sucesso na concretização dos pacotes inclusive enviando notificação para a devida empresa e um comunicado que se tivesse sido um [editado pelo Reclame Aqui] não estaríamos pronunciando e também informando que as mesmas estarão sendo reembolsadas e também resolvido o quanto antes os demais prejuízos causados pela nossa empresa que esta difamada pelo ocorrido e também extremamente sem chão. Pedindo humildemente desculpas e perdão pelo fato ocorrido.

Contamos com a compreensão e novamente pedimos humildemente perdão.

SAC”

Jornal Midiamax