Geral

Produtores promovem ato para protestar contra a situação dos conflitos rurais

Os produtores rurais realizam amanhã (7) uma manifestação intitulada como o Primeiro ato de 2014 da classe produtora para a implantação do projeto que visa à implantação do ruralista frente a todos os movimentos para a expropriação de suas terras e o aniquilamento da categoria. O encontro será na Praça do Rádio Clube, no centro […]

Arquivo Publicado em 06/02/2014, às 12h39

None
1594735117.jpg

Os produtores rurais realizam amanhã (7) uma manifestação intitulada como o Primeiro ato de 2014 da classe produtora para a implantação do projeto que visa à implantação do ruralista frente a todos os movimentos para a expropriação de suas terras e o aniquilamento da categoria.


O encontro será na Praça do Rádio Clube, no centro de Campo Grande, a partir das 14 horas e convocam todos os produtores de todo o Estado e demais regiões do país para aderirem à causa.


O “Grito do Produtor”, um movimento no qual os proprietários querem mostrar à população sua indignação com relação aos conflitos rurais e como o assunto tem sido tratado pelo governo federal.


Um dos líderes da iniciativa é o produtor rural, Pedro Pedrossian Filho, proprietário de uma área no município de Miranda – a 203 quilômetros de Campo Grande. De acordo com sua página no Facebook ele quer levar ao conhecimento das pessoas a realidade enfrentada pela classe que não conseguem retomar as terras invadidas pelos movimentos indígenas.


Segundo a página na rede social, a manifestação transformará o produtor rural da condição de passividade para a total e irrestrita autonomia, será nosso grito de alforria. Na ocasião, os produtores também terão voz no microfone para desabafar e se postar politicamente.

Jornal Midiamax