Geral

Prefeitura remove barracos e terreno ao lado de reserva vira lixão no Guanandi 2

O terreno baldio na Rua Fernando Torres, no bairro Guanandi 2, região sul de Campo Grande, acabou se transformando em verdadeiro lixão. O local fica ao lado de uma área de preservação ambiental e a situação tem revoltados os moradores que preparam um abaixo-assinado para conseguir a limpeza do local. De acordo com o aposentado […]

Arquivo Publicado em 19/02/2014, às 10h46

None
697320081.jpg

O terreno baldio na Rua Fernando Torres, no bairro Guanandi 2, região sul de Campo Grande, acabou se transformando em verdadeiro lixão. O local fica ao lado de uma área de preservação ambiental e a situação tem revoltados os moradores que preparam um abaixo-assinado para conseguir a limpeza do local.

De acordo com o aposentado Euclides Luiz da Silva, 69 anos, o local sempre serviu de depósito de lixo, porém a situação se agravou com a retirada de famílias que possuíam barracos no local. “Este terreno era da prefeitura. Tiram o pessoal daí falando que ia fazer praça e creche, mas até agora nada. Era mais cuidado quando o pessoal estava aí”, afirma.

Segundo o aposentando, mesmo à luz do dia é comum ver caminhões e carroças jogando entulhos no local. “O pessoal do bairro tem consciência, mas muita gente de fora vem aí jogar lixo”, relata. Móveis, privadas, galhos, restos de obras e até animais mortos tomam conta do terreno que fica ao lado da reserva ambiental, Parque Anhanduí.

Conforme uma servidora pública, que preferiu não ter o nome revelado, o local acaba atraindo diversos animais peçonhentos. “Está tudo sujo. Já entraram escorpiões e ratos na minha casa. Isto é frequente”, afirma.

A assessoria de imprensa da prefeitura não se pronunciou sobre a responsabilidade no terreno até o fechamento da edição.

Serviço

A limpeza e conservação de terrenos particulares competem ao proprietário, que é notificado com advertência e, caso não regularize a situação,  pode receber multas que variam de R$ 100 a R$ 15 mil, dependendo da gravidade da situação.

Denúncias de terrenos abandonados, sujos e com acúmulo de lixo, mato e entulhos podem ser feitas por meio do telefone 156 da Semadur ou na ouvidoria da Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau) pelos números (67) 3314-9955 ou 3314-3340.

Pedidos de limpeza de ruas, terrenos públicos, praças, bocas de lobo, tapa-buracos e troca de lâmpadas devem ser feitas pelos telefones (67) 3314-3675 (iluminação) ou 3314-3676 (limpeza e reparos).

Jornal Midiamax