Geral

Por falta de fluxo, governo de MS retira três rodovias de projeto de concessão

Por falta de fluxo, governo de MS retira três rodovias de projeto de concessão

Arquivo Publicado em 11/06/2014, às 17h07

None

Por falta de fluxo, governo de MS retira três rodovias de projeto de concessão

O governo de Mato Grosso do Sul retirou três rodovias do projeto de concessão lançado no fim de março deste ano. Inicialmente, 11 vias foram incluídas na matéria, totalizando 950,8 quilômetros, reduzidos a atuais 596,7.

Segundo o governador do Estado, André Puccinelli, novos estudos foram feitos, apontando que algumas das rodovias não teriam fluxo suficiente para comportarem concessões à iniciativa privada. São elas as MS 040, 338 e 395.

Continuam no projeto as rodovias MS-112, MS-135, MS-180, MS-223, MS-289, MS-295, MS-306, MS-316, conforme ato justificativo republicado na edição desta quarta-feira (11) do Diário Oficial do Estado.

A concessão das rodovias estaduais, pelo prazo de 30 anos, pega carona no processo de outorga da BR-163 à iniciativa privada. O governo estadual justifica que o pedagiamento da via federal resultará, automaticamente, em aumento de fluxo da malha regional, obrigado o Poder Público a buscar alternativas para “conservação do seu sistema rodoviário”.

O governo estadual fará audiência pública, no dia 23 de junho, em Costa Rica, sobre o projeto de concessão onerosa das rodovias. O debate está marcado para começar às 19h, no auditório da Secretaria Municipal de Educação, na Rua José Pereira da Silva, 650, centro.

Jornal Midiamax