Geral

Pomba da paz solta por Papa é atacada por gaivota

O papa Francisco soltou duas pombas brancas neste domingo (26), durante a tradicional celebração do Ângelus, na Praça São Pedro, no Vaticano. Uma das pombas, porém, foi atacada por uma gaivota. Francisco soltou as pombas junto com duas crianças da organização Ação Católica, em um gesto a favor da paz. Ainda na celebração do Ângelus, […]

Arquivo Publicado em 26/01/2014, às 19h44

None
1004853828.jpg

O papa Francisco soltou duas pombas brancas neste domingo (26), durante a tradicional celebração do Ângelus, na Praça São Pedro, no Vaticano. Uma das pombas, porém, foi atacada por uma gaivota. Francisco soltou as pombas junto com duas crianças da organização Ação Católica, em um gesto a favor da paz. Ainda na celebração do Ângelus, o Papa relembrou o jovem italiano Nicola Campolongo, de 3 anos, que foi queimado dentro de um carro em uma ação da máfia local há duas semanas. “Quero dedicar um pensamento a Cocò [Nicola] Campolongo, queimado dentro de um carro em Cassano allo Ionio, na Calábria.


Este episódio envolvendo um menino tão pequeno parece não ter precedentes na história da criminalidade”, disse Francisco. “Rezemos por Cocò, que, com certeza, agora está no céu com Jesus. E rezemos pelas pessoas que fizeram isso com ele, para que se arrependam e encontrem o Senhor”, acrescentou. Além de Nicola, foram vítimas da máfia o avô da criança, Salvatore Iannicelli, de 52 anos, e sua namorada, Ibtissa Touss, de 27 anos. O garoto vivia com o avô porque os pais de Cocò estão na cadeia por tráfico de drogas.Segundo a polícia italiana, o crime pode ter sido motivado por débitos com a máfia.

Jornal Midiamax