Geral

PMA prende dois pescadores com pescado fora da medida no Pantanal

Equipes da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Corumbá prenderam dois pescadores com pescado fora da medida. O flagrante aconteceu durante uma fiscalização de prevenção e combate à pesca predatória, na região do rio Paraguai, próxima à foz do Rio Paraguai Mirim, na noite de ontem, às 22h30.  Os pescadores foram abordados em uma embarcação e […]

Arquivo Publicado em 23/03/2014, às 15h55

None

Equipes da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Corumbá prenderam dois pescadores com pescado fora da medida. O flagrante aconteceu durante uma fiscalização de prevenção e combate à pesca predatória, na região do rio Paraguai, próxima à foz do Rio Paraguai Mirim, na noite de ontem, às 22h30. 

Os pescadores foram abordados em uma embarcação e tinham capturado três exemplares de peixes da espécie cachara e pintado, pesando 16 quilos, sendo todos os exemplares fora da medida permitida. Um deles de 49 anos, que era profissional, e o outro de 28 anos, que trabalha com solda industrial e era amador, além disso, não há permissão legal para pescador profissional pescar com amador. 
Foi apreendido o pescado, mais o motor de popa, o barco, além de duas tarrafas de iscas e 12 boias, petrechos que só são permitidos ao pescador profissional, e as boias, só podem ser utilizadas em número de cinco por pescador. 
Os pescadores, residentes em Corumbá, receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de PF (Polícia Federal), onde foram autuados em flagrante por pesca predatória e saíram depois de pagar fiança de R$ 250,00 cada um. Se condenados poderão pegar pena de um a três anos de detenção, além de autuados administrativamente e recebeu multa de R$ 1,2 mil.
Jornal Midiamax