Geral

Pequim: poluição não deve prejudicar candidatura aos Jogos Olímpicos de Inverno

As autoridades de Pequim disseram hoje (7) que a poluição atmosférica não deve prejudicar a candidatura da cidade para sediar os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022. Em entrevista, o vice-presidente da câmara de Pequim, Li Shixiang, anunciou que serão tomadas, na capital, medidas para melhorar a qualidade do ar. Ele destacou, entre essas medidas, […]

Arquivo Publicado em 07/03/2014, às 10h04

None

As autoridades de Pequim disseram hoje (7) que a poluição atmosférica não deve prejudicar a candidatura da cidade para sediar os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022.


Em entrevista, o vice-presidente da câmara de Pequim, Li Shixiang, anunciou que serão tomadas, na capital, medidas para melhorar a qualidade do ar. Ele destacou, entre essas medidas, a redução à metade, até 2017, das toneladas de carvão consumidas anualmente. Atualmente, são consumidos em Pequim 10 milhões de toneladas de carvão.


A autoridade municipal prometeu também “controle severo” sobre as indústrias mais poluentes e a redução anual de 150 mil novos veículos nas estradas, informou a Agência Xinhua.


Pequim aspira, em parceria com a vizinha Zhangjiakou, ser a primeira cidade a acolher os Jogos Olímpicos de Verão e outros de inverno. Para isso, segundo Li Shixiang, a cidade conta com o êxito dos Jogos de 2008.


A organização prevê que em Pequim ocorram as provas sobre gelo e em Zhangjiakou as que são disputadas em neve.


A capital chinesa é uma das cidades mais poluídas do mundo. Há dois anos, Pequim começou a medir o índice de qualidade do ar e registrou níveis alarmantes que se prolongam, às vezes, durante semanas.


A situação é grave neste inverno, quando se juntam às baixas pressões fatores como a utilização de aquecedores a carvão.

Jornal Midiamax