Geral

Paciente vítima de derrame espera em UBS há quatro dias por vaga na Santa Casa

Um paciente vítima de derrame está, desde segunda-feira (10), internado na Unidade Básica de Saúde (UBS), do Tiradentes, onde espera por uma vaga na Santa Casa de Campo Grande. Enquanto isso, familiares contam o que chamam de “descaso”, com atendimento precário e falta de informação por parte de funcionários da unidade. Alberto Pereira dos Santos, […]

Arquivo Publicado em 13/06/2014, às 20h27

None
827966660.jpg

Um paciente vítima de derrame está, desde segunda-feira (10), internado na Unidade Básica de Saúde (UBS), do Tiradentes, onde espera por uma vaga na Santa Casa de Campo Grande. Enquanto isso, familiares contam o que chamam de “descaso”, com atendimento precário e falta de informação por parte de funcionários da unidade.

Alberto Pereira dos Santos, 48 anos, deu entrada na UBS, às 9h, de segunda-feira, após ter sofrido um derrame, conforme explica sua ex-mulher Silvana Souza, que o acompanha. “Desde então ele está somente no soro”, afirma. De acordo com Silvana, o quadro de Alberto só tem piorado. “Ele está impossibilitado, não está falando, nem andando e hoje está com febre alta ainda”, desabafa.

Ao pedir informações para os médicos sobre o caso do paciente, a resposta é a mesma: aguardar. “Todos os dias peço informações e ninguém sabe de nada. Hoje perguntei para o médico plantonista e ele disse que não podia fazer nada, que se eu quisesse que chamasse a imprensa ou o Ministério Público”.

O paciente aguarda uma vaga na Santa Casa e, por medo de perder a vaga na UBS, os familiares se sentem de mãos atadas. “Se a gente tivesse certeza que tem vaga na Santa Casa, nós mesmos o levaríamos, mas não tem como, porque se lá não tiver, teremos que voltar para cá e pode ser que não tenha mais vaga”, afirma Lucimar Valadares do Santos, sobrinha do paciente.

As duas, que acompanham Alberto, relatam, ainda, precariedade no atendimento. “Ele não tem recebido acompanhamento de enfermeiras, nem médicos, só ficamos nós”. O quarto onde o paciente está internado é dividido com mais três pessoas, uma delas com leishmaniose.

Sesau

A reportagem do Midiamax entrou em contato com o secretário-adjunto de saúde do município, Gilmar Trevizan, que realizou visita na UBS do Tiradentes, nesta manhã. Sobre a situação do paciente, o secretário disse não ter tido conhecimento durante a reunião. “Mas vou entrar em contato com o coordenador e pedir atenção especial, caso tenha alguma negligência, vamos apurar”, afirma.

Ainda de acordo com Gilmar, a visita com o coordenador de urgência da UBS, Paulo Tonini, nesta manhã, foi para verificar problemas na reforma da sala de odontologia da unidade.

*Matéria atualizada às 17h35 para acréscimo de informação.

Jornal Midiamax