Geral

Mundo ‘ganhou’ 2,6 milhões de famílias milionárias em 2013, diz BCG

Mais de dois milhões e meio de famílias entraram para o grupo dos milionários no mundo em 2013. Levantamento do Boston Consulting Group (BCG) estimou em 16,3 milhões o número de famílias com mais de US$ 1 milhão no ano passado – bem acima dos 13,7 milhões de 2012. O maior número de famílias milionárias […]

Arquivo Publicado em 10/06/2014, às 15h36

None
1116301846.jpg

Mais de dois milhões e meio de famílias entraram para o grupo dos milionários no mundo em 2013. Levantamento do Boston Consulting Group (BCG) estimou em 16,3 milhões o número de famílias com mais de US$ 1 milhão no ano passado – bem acima dos 13,7 milhões de 2012.


O maior número de famílias milionárias está no Estados Unidos: 7,1 milhões. O país também foi o que mais “ganhou” milionários no ano passado, 1,1 milhão.


Na segunda posição do ranking, com um “acréscimo” de 900 mil à lista de milionários em 2013, a China passou o Japão no número total de famílias com mais de R$ 1 milhão, alcançando 2,4 milhões. Entre os japoneses, a contagem caiu de 1,5 milhão para 1,2 milhão de 2012 a 2013.


Proporcionalmente, no entanto, o Catar é o país com mais milionários: 17,5% das famílias detêm mais de US$ 1 milhão. Em seguida, aparecem a Suíça, com 12,7%, e Cingapura, com 10%. O Brasil não aparece entre os 15 primeiros colocados em nenhum dos dois rankings.


Riqueza cresceu 14,6%


Em todo o mundo, a riqueza financeira privada cresceu 14,6% em 2013, na comparação com o ano anterior, e alcançou US$ 152 trilhões. O crescimento da riqueza acelerou na maioria das regiões, segundo o levantamento, embora tenha variado amplamente.


O maior crescimento foi visto na região da Ásia-Pacífico, com exceção do Japão, embora expansões consideráveis tenham sido registradas em economias mais maduras, particularmente nos Estados Unidos. Este último seguiu como o de maior concentração da riqueza privada, com US$ 50,3 trilhões. Na Europa ocidental, a riqueza foi estimada em US$ 37,9 milhões.

Jornal Midiamax