Geral

Mulher foi violentada, torturada e teve o cabelo raspado pelo ex-namorado

A Polícia Civil já esclareceu o caso de uma mulher de 20 anos, que foi espancada, estuprada e teve os cabelos raspados em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande. De acordo com a delegada da DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) Letícia Móbis Alves, o ex-companheiro da jovem é o responsável pelas agressões. […]

Arquivo Publicado em 08/08/2014, às 20h54

None

A Polícia Civil já esclareceu o caso de uma mulher de 20 anos, que foi espancada, estuprada e teve os cabelos raspados em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande. De acordo com a delegada da DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) Letícia Móbis Alves, o ex-companheiro da jovem é o responsável pelas agressões. Ele foi preso e tentou fugir algemado da delegacia de polícia.


Conforme a delegada, os dois tiveram um relacionamento entre os meses de janeiro e julho deste ano. Ela rompeu a relação e o ex-companheiro foi até a casa dela por volta das 23 horas da quinta-feira (7) para uma conversa. Ele teria chamado a jovem para ir a uma choperia e desviou o caminho, a levando para uma região de mata onde cometeu o estupro. O homem também espancou a jovem e a amarrou. 


O agressor levou a vítima para casa, onde a sessão de tortura e violência sexual continuou durante a noite e só teve fim por volta das 9 horas desta sexta-feira (8). A jovem continuou a ser agredida, foi obrigada a comer maconha e teve o corpo encharcado por álcool. O ex-companheiro ameaçava atear fogo nela.


Já durante a manhã, o homem chamou um vizinho e disse que teriam invadido a casa e espancado a mulher. As polícias Civil e Militar foram acionadas e ele foi encaminhado para a delegacia. A mulher contou aos policias que havia sido vítima do ex- companheiro e ele foi preso.


Ainda conforme a delegada responsável pelo caso, ele não confessou o crime e sustenta a versão de que a casa foi invadida. Na delegacia, ele estava algemado e tentou fugir dos policiais. O homem foi perseguido, agrediu os policiais e foi detido. Ele foi encaminhado para o presídio de média segurança da cidade.


O homem vai responder pelos crimes de estupro, cárcere privado, lesão corporal, ameaça, posse de drogas e resistência. Ele já possuía registro de ocorrência de violência doméstica contra outra mulher.

Jornal Midiamax