Geral

Moradores pedem revitalização de praça que teve até bebedouros arrancados por vândalos

Moradores do Bairro Ana Maria do Couto, na região da Avenida Júlio de Castilho, em Campo Grande, aguardam o Poder Público restaurar a praça do bairro. Inaugurada há dez anos, a área está descuidada e tem sido alvo de vândalos, que chegaram a arrancar o bebedouro do local. Com parte das grades destruída, a quadra […]

Arquivo Publicado em 10/06/2014, às 13h18

None
780063112.jpg

Moradores do Bairro Ana Maria do Couto, na região da Avenida Júlio de Castilho, em Campo Grande, aguardam o Poder Público restaurar a praça do bairro. Inaugurada há dez anos, a área está descuidada e tem sido alvo de vândalos, que chegaram a arrancar o bebedouro do local.

Com parte das grades destruída, a quadra de esporte, que também faz parte do complexo, também precisa de manutenção; já o quadro de energia elétrica está sem proteção e cabos e botões estão expostos, o que causa risco para quem frequenta o local.

Para não deixá-la totalmente abandonada, alguns vizinhos da praça resolveram intervir e ajudam na poda de árvores.

“A equipe de limpeza vem aqui aos sábados e junta o lixo. Mas, eu e outros vizinhos cortamos os galhos, às vezes eu mesmo vou lá e desligo as lâmpadas que ficam acesas”, disse o aposentado Athaíde Barbosa, de 59 anos.

Restauração

Segundo informações do secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação (Seinthra), Semy Ferraz, Campo Grande tem cerca de 110 praças públicas e o orçamento para fazer a reforma depende de aprovação do Executivo.

“Precisamos ver se o recurso será aprovado ou não para então fazermos uma licitação, mas ainda não há prazos”, detalha Semy.




Jornal Midiamax