Geral

MG: goleiro Bruno pede transferência para ficar perto da atual mulher

O advogado de defesa do goleiro Bruno, Francisco Simim, solicitou à Justiça a transferência do ex-atleta para o presídio Apac (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados) da cidade de Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo Simim, a intenção é facilitar o convívio do Bruno com a atual mulher, a dentista Ingrid […]

Arquivo Publicado em 29/01/2014, às 18h19

None

O advogado de defesa do goleiro Bruno, Francisco Simim, solicitou à Justiça a transferência do ex-atleta para o presídio Apac (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados) da cidade de Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo Simim, a intenção é facilitar o convívio do Bruno com a atual mulher, a dentista Ingrid Calheiros, que, ainda de acordo com o advogado, fixou residência no município, um dos requisitos para que o detento consiga transferência para uma Apac.

A Apac de Nova Lima tem capacidade para 86 detentos. No local, os presos trabalham, e a cada três dias trabalhados eles podem abater dois da pena. De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, o pedido será analisado pelo juiz Afonso José de Andrade, substituto da Vara de Execuções Criminais (VEC) de Contagem, onde Bruno cumpre pena na penitenciária Nelson Hungria, e também pelo magistrado Juarez Morais de Azevedo, da VEC de Nova Lima.

Em Nova Lima, há o time do Vila Nova, que disputa a primeira divisão do futebol mineiro. De acordo com o advogado de Bruno, houve um contato do clube, mas a conversa não foi levada adiante. Caso o pedido seja indeferido, a defesa de Bruno solicitou ainda, como segunda opção, que ele seja transferido para o presídio de Montes Claro, no norte do Estado. Esse pedido também está sob análise da Justiça.

Jornal Midiamax