Geral

Jogador belga é punido por repetir comemoração polêmica

O belga Omar Rahou, jogador da seleção de futsal de seu país, foi suspenso nesta quarta-feira pela Uefa por comemorar um gol fazendo a quenelle, gesto relacionado ao antissemitismo criado pelo humorista francês Dieudonne M’bala M’bala. A comemoração – o braço cruzado sobre o peito e a mão no ombro oposto – foi feita em […]

Arquivo Publicado em 05/03/2014, às 14h36

None

O belga Omar Rahou, jogador da seleção de futsal de seu país, foi suspenso nesta quarta-feira pela Uefa por comemorar um gol fazendo a quenelle, gesto relacionado ao antissemitismo criado pelo humorista francês Dieudonne M’bala M’bala.

A comemoração – o braço cruzado sobre o peito e a mão no ombro oposto – foi feita em jogo contra a Romênia pelas eliminatórias para a Euro 2014 de futsal, em janeiro. Pelo gesto, Rahou pegou um afastamento de 10 partidas.

A quenelle se tornou internacionalmente conhecida em 28 de dezembro de 2013, quando o atacante francês Nicolas Anelka, do West Bromwich (Inglaterra), comemorou um gol diante do West Ham com o gesto. Na ocasião, ele pegou uma suspensão de cinco jogos.

Em pronunciamento oficial referente ao caso de Omar Rahou, a Uefa afirmou que “a luta contra o racismo e outras condutas discriminatórias é uma prioridade (…). A entidade europeia tem uma política de tolerância zero contra racismo e discriminação em campos e arquibancadas”.

Ainda segundo a Uefa, “toda forma de comportamento racista é considerada uma ofensa séria contra os regulamento disciplinares e são punidas com as sanções mais severas”.

Jornal Midiamax