Geral

Governador afirma que recuperar econômia de MS deve marcar final de sua gestão

O governador André Puccinelli (PMDB), disse durante o Festival do Centenário da Imigração Japonesa e da Ferrovia e IX Festival do Sobá, na Feira Central, na noite desta quinta-feira (7) na Capital, que não será o Aquário do Pantanal que marcará sua administração e sim uma recuperação econômica no Estado. Puccinelli comentou uma divulgação na […]

Arquivo Publicado em 08/08/2014, às 00h43

None

O governador André Puccinelli (PMDB), disse durante o Festival do Centenário da Imigração Japonesa e da Ferrovia e IX Festival do Sobá, na Feira Central, na noite desta quinta-feira (7) na Capital, que não será o Aquário do Pantanal que marcará sua administração e sim uma recuperação econômica no Estado.

Puccinelli comentou uma divulgação na revista Veja, onde Mato Grosso do Sul saltou de 12º para 8º, no ranking nacional de desenvolvimento. “Isso dá solidez para o Estado, e se o próximo governador cuidar da arrecadação e não desperdiçar nosso Estado vai embalar”, disse.

Guerra Fiscal

Questionado se o seu sucessor deve herdar a guerra fiscal, o chefe do Executivo estadual afirmou que tramita no Congresso Nacional projeto de lei que, a exemplo do Fundo de Participação dos Estados prevê a divisão nos Estados para que os mais pobres das regiões Centro Oeste, Norte e Nordeste tenham maior percentual, e menos para os Estados das regiões Sul e Sudeste.

“Provavelmente no finalserá isos, e quando estiver vigorando, acaba a guerra fiscal”, afirmou Puccinelli.

Jornal Midiamax