Geral

França confisca mais de dois milhões de remédios falsos chineses

A alfândega da França anunciou nesta quinta-feira (10) a apreensão de 2,4 milhões de medicamentos falsos chineses no fim de fevereiro, no maior confisco de remédios já realizado na Europa. O contrabando, que inclui aspirinas, remédios contra a diarreia e tratamentos para a disfunção erétil, foi localizado em 27 de fevereiro em dois contêineres no […]

Arquivo Publicado em 10/04/2014, às 14h30

None

A alfândega da França anunciou nesta quinta-feira (10) a apreensão de 2,4 milhões de medicamentos falsos chineses no fim de fevereiro, no maior confisco de remédios já realizado na Europa.


O contrabando, que inclui aspirinas, remédios contra a diarreia e tratamentos para a disfunção erétil, foi localizado em 27 de fevereiro em dois contêineres no porto de Le Havre, na Normandia (noroeste da França).


O recorde anterior de apreensão de medicamentos falsificados era de 1,2 milhão de pacotes de aspirinas encontradas em maio de 2013, também em Le Havre.


Neste caso, o serviço alfandegário encontrou 601 caixas com a etiqueta “Chá da China” que continham pacotes com medicamentos de todo tipo.


“Alguns comprimidos não têm nenhum princípio ativo e são um engano agravado para o consumidor. Outros têm um princípio ativo que não corresponde às doses de produto autêntico e podem ser um risco para a saúde”, afirma o serviço alfandegário.

Jornal Midiamax