O descontentamento com a atuação do Flamengo no empate por 1 a 1 diante do Bahia, na última quarta-feira, em Macaé, fez o técnico Ney Franco enumerar as seguidas falhas do time no Campeonato Brasileiro e até lamentar os últimos três jogos antes da pausa para a disputa da Copa do Mundo.

Com apenas cinco pontos no torneio e próximo da zona de rebaixamento, o Rubro-negro tem pela frente confrontos longe do Rio de Janeiro na expectativa de melhorar a situação na tabela. Com o Maracanã cedido à Fifa, o time joga como visitante contra Santos e Cruzeiro e tem o mando de campo frente ao Figueirense, duelo que será disputado no Morumbi.

“O jogo será em São Paulo, mas é o único com o nosso mando. Não tem facilidade no Campeonato Brasileiro. É uma partida difícil atrás da outra. Temos um tempo razoável para recuperar os atletas até a partida contra o Santos e tentar conquistar os pontos que deixamos em casa contra eles e o próprio Cruzeiro”, afirmou Ney Franco.

Ao que indicou na entrevista coletiva após mais um tropeço, o comandante já tem o esboço da formação que pretende colocar em campo no fim de semana. Ele lamentou o pouco tempo de trabalho e pontuou com consistência as seguidas falhas da equipe.

“Foi apenas o meu segundo jogo. Treinamos três dias e definimos uma equipe para o primeiro. Perdemos. Já pude ver outros jogadores e vamos nos conhecendo melhor. Contra o Santos, conseguimos definir umas situações de posicionamento e de quem começa jogando”, comentou.

“Precisamos ajustar os erros e agrupar mais a equipe. Fazer a transição da defesa para o ataque de uma forma consistente. Acabamos penalizados com uma falta que não existiu e ainda tivemos infantilidade na barreira. Um jogador empurrou. São alguns erros que precisamos ajustar”, encerrou.