Geral

Exército tailandês reforça tropas após alerta de violência em eleição

O Exército da Tailândia informou nesta quinta-feira que vai reforçar a presença de tropas na capital antes da eleição de domingo, após o governo ter alertado que pode não conseguir conter a violência se manifestantes contrários ao governo tentarem impedir as pessoas de votar. Os manifestantes, membros do Comitê Popular para a Reforma Democrática, dizerem […]

Arquivo Publicado em 30/01/2014, às 10h04

None

O Exército da Tailândia informou nesta quinta-feira que vai reforçar a presença de tropas na capital antes da eleição de domingo, após o governo ter alertado que pode não conseguir conter a violência se manifestantes contrários ao governo tentarem impedir as pessoas de votar.


Os manifestantes, membros do Comitê Popular para a Reforma Democrática, dizerem que vão impedir a votação como parte da campanha para derrubar a primeira-ministra Yingluck Shinawatra.


A decisão do governo de realizar a eleição no domingo inflamou as tensões na capital Bangcoc, onde os manifestantes bloqueiam cruzamentos importantes e forçaram muitos ministérios a fechar as portas.


“Além dos 5.000 soldados que já destacamos em Bangcoc e arredores para ajudar a monitorar a segurança, vamos aumentar as tropas ao redor dos locais de protesto, uma vez que há pessoas tentando instigar a violência”, disse à Reuters o porta-voz do Exército Winthai Suvaree.


Cerca de 10.000 policiais ficarão responsáveis pela segurança em Bangcoc no dia da votação, e os soldados ficarão de prontidão, acrescentou o porta-voz.

Jornal Midiamax