Geral

Evander defende mais saúde, menos ICMS e mudança do nome do Estado

Priorizar ações na área de saúde, alterações na política tributária e a mudança no nome de Mato Grosso do Sul foram três das principais propostas de governo citadas pelo candidato do PP ao governo estadual, Evander Vendramini, no debate promovido nesta quinta-feira (18) pela Arquidiocese de Campo Grande e UCDB. Evander prometeu cuidar da atenção […]

Arquivo Publicado em 19/09/2014, às 00h07

None
1725880280.jpg

Priorizar ações na área de saúde, alterações na política tributária e a mudança no nome de Mato Grosso do Sul foram três das principais propostas de governo citadas pelo candidato do PP ao governo estadual, Evander Vendramini, no debate promovido nesta quinta-feira (18) pela Arquidiocese de Campo Grande e UCDB.

Evander prometeu cuidar da atenção básica na área de saúde, onde o Estado vive “um verdadeiro caos”, nas palavras do candidato. “Nos municípios do interior praticamente não há saúde, a população tem enorme dificuldade em conseguir atendimento. A vida é primordial, precisamos cuidar dela”, analisou.

Em relação à questão tributária, comentou que é preciso reduzir a taxa de ICMS, hoje em 17%, percentual que “escraviza o comércio”. “Quem gera emprego não consegue crescer”, ponderou o pepista.

Sobre a mudança no nome do Estado, Evander defende que é preciso “vender melhor” as riquezas locais, citando o Pantanal como exemplo. “É preciso dar uma identidade a Mato Grosso do Sul”, comentou, defendo “Pantanal” como nome do Estado.

Jornal Midiamax